ao.mpmn-digital.com
Novas receitas

Quem era o general Tso e por que comemos sua galinha?

Quem era o general Tso e por que comemos sua galinha?


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Foto de Alpha

Em primeiro lugar, o General Tso era um cara de verdade. Tso Tsungtang foi um herói de guerra que serviu com distinção brilhante durante a maior guerra civil da China, a Rebelião Taiping (1850-1864), que ceifou milhões de vidas ao longo de 14 anos. A crueldade de Tso era lendária, fazendo com que muitos milhares de rebeldes emigrassem da China. Aqueles que vieram para a América trabalharam em grande parte na Ferrovia Transcontinental, que foi concluída em 1869.

Mas esse general muito real não teve absolutamente nada a ver com o frango maltratado e com molho que agora leva seu nome. Na verdade, é desconhecido para toda a província de Hunan, a casa de Tso.

Em vez disso, outro homem Hunanês bem conhecido pode levar algum crédito: Mao Zedong.

Quando Mao assumiu o comando em 1949, os chefs de formação clássica que haviam servido à corte de Hunan fugiram com seus chefes para Taiwan. Entre eles estava um chef chamado Peng Chang-kuei.

O chef Peng abriu um restaurante de sucesso em Taiwan, apresentando ao público a culinária da corte de Hunan, uma versão sofisticada da comida de orientação camponesa de sua província. Em algum momento da década de 1950, Peng criou um prato e o nomeou em homenagem ao General Tso. “Originalmente, os sabores do prato eram tipicamente hunanês - pesado, azedo, quente e salgado”, disse ele.

Com uma classe de chefs renomados que deixaram a China, Taiwan se tornou um cenário animado para cada culinária regional chinesa. Em 1965, quando as leis de imigração dos Estados Unidos foram afrouxadas, uma onda de imigrantes chineses, principalmente de Hong Kong e Taiwan, chegou aos Estados Unidos. Chefs empreendedores fizeram parceria com donos de restaurantes americanos, apresentando ao país, especialmente à cidade de Nova York, a excelente comida chinesa.

No início da década de 1970, Nova York se tornou uma corrida armamentista culinária, com cada novo restaurante tentando superar seus concorrentes. Como Ed Schoenfeld, um parceiro de negócios em um desses empreendimentos descreveu, “Você os veria tirando anúncios no New York Times. 'Eu sou o chef Fulano de Tal e estou servindo estes cinco pratos que nunca foram servidos nos Estados Unidos antes!', Alguém diria, e então outra pessoa teria um anúncio que falava sobre os 10 novos pratos que eles está servindo. ”

À medida que a competição se intensificava, dois chefs rivais, David Keh e T.T. Wang, voaram para Taiwan em busca de inspiração, e ambos acabaram no restaurante do Chef Peng. Sem o conhecimento um do outro, os dois homens experimentaram a homenagem do Chef Peng ao General Tso, entre seus muitos outros pratos criativos. Em 1971, ao voltar para Nova York e com semanas de diferença, cada um abriu um restaurante chinês com menus que quase espelhavam o Peng's.

Mas quando se tratava do prato do General Tso, cada homem tomava algumas liberdades. Keh cortou o frango de maneira diferente, em cubinhos, e serviu com castanhas d'água, cogumelos pretos, molho hoisin e vinagre. Wang acrescentou uma massa crocante ao frango e adoçou o molho.

Pouco depois, em 1973, o próprio Chef Peng chegou a Nova York, pronto para tentar sua sorte na cidade. Mas com Keh e Wang já tendo ganhado avaliações de quatro estrelas no New York Times, A versão de Peng do prato parecia uma cópia deles, e não o contrário. Embora o restaurante Peng's na 44th Street também tenha sido um sucesso (Henry Kissinger estava entre seus fãs), ele não conseguiu reconquistar o prato agora conhecido como frango do General Tso - um frango levemente maltratado envolto em molho agridoce com pimenta-malagueta.

Jennifer 8. Lee, autora do livro de 2008 The Fortune Cookie Chronicles, conheceu o chef Peng e mostrou a ele fotos do que seu filho se tornou:

“Ele criticou a próxima foto porque as pimentas eram vermelhas em vez de pretas. Mas esse foi um crime menor em comparação com as travestis em algumas das outras versões que viu ... Ele balançou a cabeça quando viu o milho bebê e as cenouras em uma versão de Dover, N.H. ... Ao sair, ele me disse que isso era tudo mamãe-qimiao. Absurdo."

"Quem era o general Tso e por que comemos sua galinha?" publicado originalmente no The Menuism Dining Blog.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de batismo de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango Doméstico ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef de cozinha Hunan baseado em Taiwan, Peng Chang-kuei, [6] [7] que tinha sido um aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-Hunaneses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a receita atual de frango do General Tso - onde a carne é frita e crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de cardápios na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de batismo de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango da Casa ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef de cozinha Hunan baseado em Taiwan, Peng Chang-kuei, [6] [7] que tinha sido um aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-Hunaneses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a receita atual de frango do General Tso - onde a carne é frita crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de cardápios na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de batismo de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango Doméstico ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef Peng Chang-kuei, baseado em Taiwan, que foi aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-hunoses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a atual receita de frango do General Tso - onde a carne é frita crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de cardápios na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de batismo de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango Doméstico ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef Peng Chang-kuei, baseado em Taiwan, que foi aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-hunoses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a receita atual de frango do General Tso - onde a carne é frita e crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de menus na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango da Casa ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef de cozinha Hunan baseado em Taiwan, Peng Chang-kuei, [6] [7] que tinha sido um aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-Hunaneses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a receita atual de frango do General Tso - onde a carne é frita crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de cardápios na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de batismo de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango da Casa ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef Peng Chang-kuei, baseado em Taiwan, que foi aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-Hunaneses". A popularidade do prato o levou a ser adotado por chefs locais e escritores gastronômicos Hunaneses. [2] [4] [ página necessária ] Quando Peng abriu um restaurante em Hunan na década de 1990, apresentando o frango General Tso, o restaurante fechou sem sucesso, pois os habitantes locais acharam o prato muito doce. [4]

O Peng's Restaurant [8] na East 44th Street em Nova York afirma que foi o primeiro restaurante na cidade a servir frango do General Tso. Como o prato (e a culinária) eram novos, Peng fez dele a especialidade da casa, apesar dos ingredientes comuns do prato. [2] Uma revisão do Peng's em 1977 menciona que seu "frango General Tso's era uma obra-prima frita, escaldante tanto no sabor quanto na temperatura". [9]

Peng morreu de pneumonia em novembro de 2016 aos 98 anos. [10] [11]

Wang reivindicar Editar

O Shun Lee Palaces de Nova York, localizado em East (155 E. 55th St.) e West (43 W. 65th St.), também afirma que foi o primeiro restaurante a servir frango do General Tso e que foi inventado por um imigrante chinês chef chamado TT Wang em 1972. Michael Tong, proprietário do Shun Lee Palaces de Nova York, diz: "Abrimos o primeiro restaurante Hunanês em todo o país, e os quatro pratos que oferecemos você verá no menu de praticamente todos os restaurantes Hunanes na América hoje. Todos eles copiaram de nós. " [3]

Também foi argumentado que as duas histórias podem ser um tanto conciliadas no sentido de que a receita atual de frango do General Tso - onde a carne é frita e crocante - foi introduzida pelo Chef Wang, mas como "Frango do General Ching", um nome que ainda tem vestígios de cardápios na Internet (a identidade de seu homônimo "General Ching", no entanto, não é clara), enquanto o nome "Frango do General Tso" pode ser atribuído ao Chef Peng, que o preparou de uma maneira diferente. [4]

Essas reivindicações concorrentes são discutidas no documentário de 2014 A busca pelo general Tso, que também traça como a história da imigração chinesa nos EUA é paralela ao desenvolvimento de uma culinária sino-americana ou chinesa americana única.


O prato foi associado a Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812-1885), um estadista da dinastia Qing e líder militar da província de Hunan, mas Zuo não poderia ter comido o prato ou sabido dele. [3] O prato não é encontrado em Changsha, a capital da província de Hunan, nem no condado de Xiangyin, onde Zuo nasceu. Além disso, os descendentes de Zuo, que ainda vivem no condado de Xiangyin, quando entrevistados, disseram que nunca ouviram falar de tal prato. [4]

Existem várias histórias sobre a origem do prato. Eileen Yin-Fei Lo afirma em seu livro A cozinha chinesa que o prato se origina de um prato simples de frango Hunan e que a referência a "Zongtang"não era uma referência ao nome de Zuo Zongtang, mas sim uma referência ao homônimo"Zongtang(宗 堂) ", que significa" sala de reuniões ancestral ". [5] Consistente com esta interpretação, o nome do prato é às vezes (mas consideravelmente menos comum) encontrado em chinês como 左宗棠 雞 (Chung tong gai é transliterado de Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī é transliterado de Hanyu Pinyin).

O prato ou suas variantes são conhecidos por vários nomes de variantes, incluindo:

  • Frango do governador Tso, frango do general Tao, frango do general Gao / Gau, frango do general Mao, frango do general Tsao, frango do general Tong, frango do general Tang, frango do general T, frango do general Cho, frango do general Chow, frango do general Chai, frango do general Joe, TSO Frango, Frango do General Ching, Frango do General Jong, Frango Doméstico ou simplesmente Frango do General.

Peng Chang-kuei reivindicação Editar

Fuchsia Dunlop [2] argumenta que a receita foi inventada pelo chef de cozinha Hunan baseado em Taiwan, Peng Chang-kuei, [6] [7] que tinha sido um aprendiz de Cao Jingchen (曹 藎 臣), um importante chef chinês do início do século 20. Peng era o chef de banquetes do governo nacionalista e fugiu com as forças do Kuomintang para Taiwan durante a Guerra Civil Chinesa. [6] Lá ele continuou sua carreira como chef oficial até 1973, quando se mudou para Nova York para abrir um restaurante. Um novo prato, o frango do General Tso, foi originalmente preparado sem açúcar e posteriormente alterado para se adequar ao gosto dos "não-Hunaneses". The popularity of the dish has led to it being adopted by local Hunanese chefs and food writers. [2] [4] [ página necessária ] When Peng opened a restaurant in Hunan in the 1990s introducing General Tso's chicken, the restaurant closed without success, as the locals found the dish too sweet. [4]

Peng's Restaurant [8] on East 44th Street in New York City claims that it was the first restaurant in the city to serve General Tso's chicken. Since the dish (and cuisine) was new, Peng made it the house specialty in spite of the dish's commonplace ingredients. [2] A review of Peng's in 1977 mentions that their "General Tso's chicken was a stir-fried masterpiece, sizzling hot both in flavor and temperature". [9]

Peng died from pneumonia in November 2016 at 98 years old. [10] [11]

Wang claim Edit

New York's Shun Lee Palaces, located at East (155 E. 55th St.) and West (43 W. 65th St.), also claims that it was the first restaurant to serve General Tso's chicken and that it was invented by a Chinese immigrant chef named T. T. Wang in 1972. Michael Tong, owner of New York's Shun Lee Palaces, says "We opened the first Hunanese restaurant in the whole country, and the four dishes we offered you will see on the menu of practically every Hunanese restaurant in America today. They all copied from us." [3]

It has also been argued that the two stories can be somewhat reconciled in that the current General Tso's chicken recipe — where the meat is crispy fried — was introduced by Chef Wang but as "General Ching's chicken", a name which still has trace appearances on menus on the Internet (the identity of its namesake "General Ching" is, however, unclear) whereas the name "General Tso's chicken" can be traced to Chef Peng, who cooked it in a different way. [4]

These competing claims are discussed in the 2014 documentary film The Search for General Tso, which also traces how the history of Chinese immigration into the US parallels the development of a unique Chinese-American or American Chinese cuisine.


The dish has been associated with Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812–1885), a Qing dynasty statesman and military leader from Hunan Province, but Zuo could not have eaten the dish or known of it. [3] The dish is found neither in Changsha, the capital of Hunan Province, nor in Xiangyin County, where Zuo was born. Moreover, Zuo's descendants, who are still living in Xiangyin County, when interviewed, say that they have never heard of such a dish. [4]

There are several stories concerning the origin of the dish. Eileen Yin-Fei Lo states in her book The Chinese Kitchen that the dish originates from a simple Hunan chicken dish and that the reference to "Zongtang" was not a reference to Zuo Zongtang's given name, but rather a reference to the homonym "zongtang(宗堂)", meaning "ancestral meeting hall". [5] Consistent with this interpretation, the dish name is sometimes (but considerably less commonly) found in Chinese as 左宗棠雞 (Chung tong gai is transliterated from Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī is transliterated from Hanyu Pinyin).

The dish or its variants are known by a number of variant names, including:

  • Governor Tso's chicken, General Tao’s chicken, General Gao's / Gau's chicken, General Mao's chicken, General Tsao's chicken, General Tong's chicken, General Tang's chicken, General T's Chicken, General Cho's chicken, General Chow's chicken, General Chai's chicken, General Joe's Chicken, T.S.O. Chicken, General Ching's chicken, General Jong's Chicken, House Chicken, or simply General's Chicken.

Peng Chang-kuei claim Edit

Fuchsia Dunlop [2] argues that the recipe was invented by Taiwan-based Hunan cuisine chef Peng Chang-kuei, [6] [7] who had been an apprentice of Cao Jingchen ( 曹藎臣 ), a leading early 20th-century Chinese chef. Peng was the Nationalist government's banquet chef and fled with Kuomintang forces to Taiwan during the Chinese Civil War. [6] There he continued his career as official chef until 1973, when he moved to New York to open a restaurant. One new dish, General Tso's chicken, was originally prepared without sugar and subsequently altered to suit the tastes of "non-Hunanese people". The popularity of the dish has led to it being adopted by local Hunanese chefs and food writers. [2] [4] [ página necessária ] When Peng opened a restaurant in Hunan in the 1990s introducing General Tso's chicken, the restaurant closed without success, as the locals found the dish too sweet. [4]

Peng's Restaurant [8] on East 44th Street in New York City claims that it was the first restaurant in the city to serve General Tso's chicken. Since the dish (and cuisine) was new, Peng made it the house specialty in spite of the dish's commonplace ingredients. [2] A review of Peng's in 1977 mentions that their "General Tso's chicken was a stir-fried masterpiece, sizzling hot both in flavor and temperature". [9]

Peng died from pneumonia in November 2016 at 98 years old. [10] [11]

Wang claim Edit

New York's Shun Lee Palaces, located at East (155 E. 55th St.) and West (43 W. 65th St.), also claims that it was the first restaurant to serve General Tso's chicken and that it was invented by a Chinese immigrant chef named T. T. Wang in 1972. Michael Tong, owner of New York's Shun Lee Palaces, says "We opened the first Hunanese restaurant in the whole country, and the four dishes we offered you will see on the menu of practically every Hunanese restaurant in America today. They all copied from us." [3]

It has also been argued that the two stories can be somewhat reconciled in that the current General Tso's chicken recipe — where the meat is crispy fried — was introduced by Chef Wang but as "General Ching's chicken", a name which still has trace appearances on menus on the Internet (the identity of its namesake "General Ching" is, however, unclear) whereas the name "General Tso's chicken" can be traced to Chef Peng, who cooked it in a different way. [4]

These competing claims are discussed in the 2014 documentary film The Search for General Tso, which also traces how the history of Chinese immigration into the US parallels the development of a unique Chinese-American or American Chinese cuisine.


The dish has been associated with Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812–1885), a Qing dynasty statesman and military leader from Hunan Province, but Zuo could not have eaten the dish or known of it. [3] The dish is found neither in Changsha, the capital of Hunan Province, nor in Xiangyin County, where Zuo was born. Moreover, Zuo's descendants, who are still living in Xiangyin County, when interviewed, say that they have never heard of such a dish. [4]

There are several stories concerning the origin of the dish. Eileen Yin-Fei Lo states in her book The Chinese Kitchen that the dish originates from a simple Hunan chicken dish and that the reference to "Zongtang" was not a reference to Zuo Zongtang's given name, but rather a reference to the homonym "zongtang(宗堂)", meaning "ancestral meeting hall". [5] Consistent with this interpretation, the dish name is sometimes (but considerably less commonly) found in Chinese as 左宗棠雞 (Chung tong gai is transliterated from Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī is transliterated from Hanyu Pinyin).

The dish or its variants are known by a number of variant names, including:

  • Governor Tso's chicken, General Tao’s chicken, General Gao's / Gau's chicken, General Mao's chicken, General Tsao's chicken, General Tong's chicken, General Tang's chicken, General T's Chicken, General Cho's chicken, General Chow's chicken, General Chai's chicken, General Joe's Chicken, T.S.O. Chicken, General Ching's chicken, General Jong's Chicken, House Chicken, or simply General's Chicken.

Peng Chang-kuei claim Edit

Fuchsia Dunlop [2] argues that the recipe was invented by Taiwan-based Hunan cuisine chef Peng Chang-kuei, [6] [7] who had been an apprentice of Cao Jingchen ( 曹藎臣 ), a leading early 20th-century Chinese chef. Peng was the Nationalist government's banquet chef and fled with Kuomintang forces to Taiwan during the Chinese Civil War. [6] There he continued his career as official chef until 1973, when he moved to New York to open a restaurant. One new dish, General Tso's chicken, was originally prepared without sugar and subsequently altered to suit the tastes of "non-Hunanese people". The popularity of the dish has led to it being adopted by local Hunanese chefs and food writers. [2] [4] [ página necessária ] When Peng opened a restaurant in Hunan in the 1990s introducing General Tso's chicken, the restaurant closed without success, as the locals found the dish too sweet. [4]

Peng's Restaurant [8] on East 44th Street in New York City claims that it was the first restaurant in the city to serve General Tso's chicken. Since the dish (and cuisine) was new, Peng made it the house specialty in spite of the dish's commonplace ingredients. [2] A review of Peng's in 1977 mentions that their "General Tso's chicken was a stir-fried masterpiece, sizzling hot both in flavor and temperature". [9]

Peng died from pneumonia in November 2016 at 98 years old. [10] [11]

Wang claim Edit

New York's Shun Lee Palaces, located at East (155 E. 55th St.) and West (43 W. 65th St.), also claims that it was the first restaurant to serve General Tso's chicken and that it was invented by a Chinese immigrant chef named T. T. Wang in 1972. Michael Tong, owner of New York's Shun Lee Palaces, says "We opened the first Hunanese restaurant in the whole country, and the four dishes we offered you will see on the menu of practically every Hunanese restaurant in America today. They all copied from us." [3]

It has also been argued that the two stories can be somewhat reconciled in that the current General Tso's chicken recipe — where the meat is crispy fried — was introduced by Chef Wang but as "General Ching's chicken", a name which still has trace appearances on menus on the Internet (the identity of its namesake "General Ching" is, however, unclear) whereas the name "General Tso's chicken" can be traced to Chef Peng, who cooked it in a different way. [4]

These competing claims are discussed in the 2014 documentary film The Search for General Tso, which also traces how the history of Chinese immigration into the US parallels the development of a unique Chinese-American or American Chinese cuisine.


The dish has been associated with Zuo Zongtang (Tso Tsung-t'ang) (1812–1885), a Qing dynasty statesman and military leader from Hunan Province, but Zuo could not have eaten the dish or known of it. [3] The dish is found neither in Changsha, the capital of Hunan Province, nor in Xiangyin County, where Zuo was born. Moreover, Zuo's descendants, who are still living in Xiangyin County, when interviewed, say that they have never heard of such a dish. [4]

There are several stories concerning the origin of the dish. Eileen Yin-Fei Lo states in her book The Chinese Kitchen that the dish originates from a simple Hunan chicken dish and that the reference to "Zongtang" was not a reference to Zuo Zongtang's given name, but rather a reference to the homonym "zongtang(宗堂)", meaning "ancestral meeting hall". [5] Consistent with this interpretation, the dish name is sometimes (but considerably less commonly) found in Chinese as 左宗棠雞 (Chung tong gai is transliterated from Jyutping [ citação necessária ] Zuǒ Zōngtáng jī is transliterated from Hanyu Pinyin).

The dish or its variants are known by a number of variant names, including:

  • Governor Tso's chicken, General Tao’s chicken, General Gao's / Gau's chicken, General Mao's chicken, General Tsao's chicken, General Tong's chicken, General Tang's chicken, General T's Chicken, General Cho's chicken, General Chow's chicken, General Chai's chicken, General Joe's Chicken, T.S.O. Chicken, General Ching's chicken, General Jong's Chicken, House Chicken, or simply General's Chicken.

Peng Chang-kuei claim Edit

Fuchsia Dunlop [2] argues that the recipe was invented by Taiwan-based Hunan cuisine chef Peng Chang-kuei, [6] [7] who had been an apprentice of Cao Jingchen ( 曹藎臣 ), a leading early 20th-century Chinese chef. Peng was the Nationalist government's banquet chef and fled with Kuomintang forces to Taiwan during the Chinese Civil War. [6] There he continued his career as official chef until 1973, when he moved to New York to open a restaurant. One new dish, General Tso's chicken, was originally prepared without sugar and subsequently altered to suit the tastes of "non-Hunanese people". The popularity of the dish has led to it being adopted by local Hunanese chefs and food writers. [2] [4] [ página necessária ] When Peng opened a restaurant in Hunan in the 1990s introducing General Tso's chicken, the restaurant closed without success, as the locals found the dish too sweet. [4]

Peng's Restaurant [8] on East 44th Street in New York City claims that it was the first restaurant in the city to serve General Tso's chicken. Since the dish (and cuisine) was new, Peng made it the house specialty in spite of the dish's commonplace ingredients. [2] A review of Peng's in 1977 mentions that their "General Tso's chicken was a stir-fried masterpiece, sizzling hot both in flavor and temperature". [9]

Peng died from pneumonia in November 2016 at 98 years old. [10] [11]

Wang claim Edit

New York's Shun Lee Palaces, located at East (155 E. 55th St.) and West (43 W. 65th St.), also claims that it was the first restaurant to serve General Tso's chicken and that it was invented by a Chinese immigrant chef named T. T. Wang in 1972. Michael Tong, owner of New York's Shun Lee Palaces, says "We opened the first Hunanese restaurant in the whole country, and the four dishes we offered you will see on the menu of practically every Hunanese restaurant in America today. They all copied from us." [3]

It has also been argued that the two stories can be somewhat reconciled in that the current General Tso's chicken recipe — where the meat is crispy fried — was introduced by Chef Wang but as "General Ching's chicken", a name which still has trace appearances on menus on the Internet (the identity of its namesake "General Ching" is, however, unclear) whereas the name "General Tso's chicken" can be traced to Chef Peng, who cooked it in a different way. [4]

These competing claims are discussed in the 2014 documentary film The Search for General Tso, which also traces how the history of Chinese immigration into the US parallels the development of a unique Chinese-American or American Chinese cuisine.


Assista o vídeo: Jennifer 8. Lee: Who was General Tso? and other mysteries of