ao.mpmn-digital.com
Novas receitas

Zagat de compras do Google

Zagat de compras do Google



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


O inovador da web adota a marca bem conhecida

Como parte de seu plano de domínio total, o Google adquiriu Zagat, o pai de guias de revisão do usuário de 32 anos. De acordo com o oficial Blog do Google, “O Zagat será a base de [sua] oferta local”, o que significa que você provavelmente encontrará um Google Places e um Google Maps novos e aprimorados com comentários do Zagat.

Detalhes sobre o acordo não foram divulgados, mas o Google estava disposto a pagar mais de US $ 500 milhões ao Yelp em 2009. Esse negócio deu certo para razões desconhecidas, mas estamos animados para ver o que o Google fará com a forte influência do Zagat. [TechCrunch]

O Byte Diário é uma coluna regular dedicada a cobrir notícias e tendências gastronômicas interessantes em todo o país. Clique aqui para as colunas anteriores.


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para aumentar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não só ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e resenhas do Zagat, que são altamente consideradas, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de análises de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas sobre restaurantes da Zagat (ver imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, entretanto, "a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos proporcionará a oportunidade de expandir muito. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que chamou de "haiku de anúncio de aquisição", que dizia: "Negócio maravilhoso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

Então, hoje, estou entusiasmado com a aquisição do Zagat pelo Google. No futuro, o Zagat será a base de nossa oferta local - encantando as pessoas com sua impressionante variedade de comentários, classificações e percepções, enquanto permite que as pessoas em todos os lugares encontrem experiências extraordinárias (e comuns) nas redondezas e ao redor do mundo.

Com o Zagat, ganhamos uma equipe de classe mundial que tem mais experiência em pesquisas, recomendações e avaliações com base no consumidor do que qualquer outra pessoa no setor. Fundada por Tim e Nina Zagat há mais de 32 anos, a Zagat estabeleceu uma marca confiável e querida em todo o mundo, operando em 13 categorias e mais de 100 cidades. Os Zagats demonstraram sua capacidade de inovar e fazê-lo com grande percepção. Suas pesquisas podem ser uma das primeiras formas de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) - reunir recomendações de amigos sobre restaurantes, computar e distribuir avaliações antes que a Internet como a conhecemos hoje existisse. Seus icônicos guias de bolso com parágrafos resumindo e "fragmentos" do sentimento eram "móveis" antes de "móveis" envolverem a eletrônica. Hoje, o Zagat oferece às pessoas uma visão democratizada, autêntica e abrangente de onde comer, beber, se hospedar, fazer compras e se divertir em todo o mundo, com base em milhões de avaliações e classificações.

Por todos esses motivos, estou incrivelmente animado em colaborar com a Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps a seus produtos e usuários, e trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários.

(Aliás, Kaygetsu, o lugar em Menlo Park, definitivamente faz jus à sua classificação de 27 alimentos!)

OLHAR:


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para reforçar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários, e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não só ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e comentários do Zagat, que são altamente considerados, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de avaliações de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas sobre restaurantes da Zagat (ver imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, entretanto, "a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos proporcionará a oportunidade de expandir significativamente. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente de nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que chamou de "haiku de anúncio de aquisição", que dizia: "Negócio delicioso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

Então, hoje, estou entusiasmado com a aquisição do Zagat pelo Google. No futuro, o Zagat será a base de nossa oferta local - encantando as pessoas com sua impressionante variedade de comentários, classificações e percepções, enquanto permite que as pessoas em todos os lugares encontrem experiências extraordinárias (e comuns) nas redondezas e ao redor do mundo.

Com o Zagat, ganhamos uma equipe de classe mundial que tem mais experiência em pesquisas, recomendações e avaliações com base no consumidor do que qualquer outra pessoa no setor. Fundada por Tim e Nina Zagat há mais de 32 anos, a Zagat estabeleceu uma marca confiável e querida em todo o mundo, operando em 13 categorias e mais de 100 cidades. Os Zagats demonstraram sua capacidade de inovar e fazê-lo com grande percepção. Suas pesquisas podem ser uma das primeiras formas de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) - reunir recomendações de amigos sobre restaurantes, computar e distribuir classificações antes que a Internet como a conhecemos hoje existisse. Seus icônicos guias de bolso com parágrafos resumindo e "fragmentos" do sentimento eram "móveis" antes de "móveis" envolverem a eletrônica. Hoje, o Zagat oferece às pessoas uma visão democratizada, autêntica e abrangente de onde comer, beber, se hospedar, fazer compras e se divertir em todo o mundo, com base em milhões de avaliações e classificações.

Por todos esses motivos, estou incrivelmente animado em colaborar com a Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps a seus produtos e usuários, e trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários.

(Aliás, Kaygetsu, o lugar em Menlo Park, definitivamente faz jus à sua classificação de 27 alimentos!)

OLHAR:


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para aumentar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não apenas ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google um conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e comentários do Zagat, que são altamente considerados, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de avaliações de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas sobre restaurantes da Zagat (ver imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, entretanto, "a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos proporcionará a oportunidade de expandir muito. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que chamou de "haiku de anúncio de aquisição", que dizia: "Negócio maravilhoso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

Então, hoje, estou entusiasmado com a aquisição do Zagat pelo Google. No futuro, o Zagat será a base de nossa oferta local - encantando as pessoas com sua impressionante variedade de comentários, classificações e percepções, enquanto permite que as pessoas em todos os lugares encontrem experiências extraordinárias (e comuns) nas redondezas e ao redor do mundo.

Com o Zagat, ganhamos uma equipe de classe mundial que tem mais experiência em pesquisas, recomendações e avaliações com base no consumidor do que qualquer outra pessoa no setor. Fundada por Tim e Nina Zagat há mais de 32 anos, a Zagat estabeleceu uma marca confiável e querida em todo o mundo, operando em 13 categorias e mais de 100 cidades. Os Zagats demonstraram sua capacidade de inovar e fazê-lo com grande percepção. Suas pesquisas podem ser uma das primeiras formas de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) - reunir recomendações de amigos sobre restaurantes, computar e distribuir avaliações antes que a Internet como a conhecemos hoje existisse. Seus icônicos guias de bolso com parágrafos resumindo e "fragmentos" do sentimento eram "móveis" antes de "móveis" envolverem a eletrônica. Hoje, o Zagat oferece às pessoas uma visão democratizada, autêntica e abrangente de onde comer, beber, se hospedar, fazer compras e se divertir em todo o mundo, com base em milhões de avaliações e classificações.

Por todos esses motivos, estou incrivelmente animado em colaborar com a Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps a seus produtos e usuários, e trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários.

(Aliás, Kaygetsu, o lugar em Menlo Park, definitivamente faz jus à sua classificação de 27 alimentos!)

OLHAR:


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para aumentar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários, e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não só ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e comentários do Zagat, que são altamente considerados, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de avaliações de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas sobre restaurantes da Zagat (ver imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, porém, "que a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos dará a oportunidade de expandir significativamente. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente de nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que chamou de "haiku de anúncio de aquisição", que dizia: "Negócio delicioso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

Então, hoje, estou entusiasmado com a aquisição do Zagat pelo Google. No futuro, o Zagat será a base de nossa oferta local - encantando as pessoas com sua impressionante variedade de avaliações, classificações e percepções, enquanto permite que as pessoas em todos os lugares encontrem experiências extraordinárias (e comuns) nas redondezas e ao redor do mundo.

Com o Zagat, ganhamos uma equipe de classe mundial que tem mais experiência em pesquisas, recomendações e avaliações com base no consumidor do que qualquer outra pessoa no setor. Fundada por Tim e Nina Zagat há mais de 32 anos, a Zagat estabeleceu uma marca confiável e querida em todo o mundo, operando em 13 categorias e mais de 100 cidades. Os Zagats demonstraram sua capacidade de inovar e fazê-lo com grande percepção. Suas pesquisas podem ser uma das primeiras formas de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) - reunir recomendações de amigos sobre restaurantes, computar e distribuir avaliações antes que a Internet como a conhecemos hoje existisse. Seus icônicos guias de bolso com parágrafos resumindo e "fragmentos" do sentimento eram "móveis" antes de "móveis" envolverem a eletrônica. Hoje, o Zagat oferece às pessoas uma visão democratizada, autêntica e abrangente de onde comer, beber, se hospedar, fazer compras e se divertir em todo o mundo, com base em milhões de avaliações e classificações.

Por todos esses motivos, estou incrivelmente animado em colaborar com a Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps a seus produtos e usuários, e trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários.

(Aliás, Kaygetsu, o lugar em Menlo Park, definitivamente faz jus à sua classificação de 27 alimentos!)

OLHAR:


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para aumentar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não apenas ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google um conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e resenhas do Zagat, que são altamente consideradas, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de avaliações de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas de restaurantes do Zagat (veja a imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, entretanto, "a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos proporcionará a oportunidade de expandir muito. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que ela chamou de "haiku de anúncio de aquisição" que dizia: "Negócio maravilhoso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

Então, hoje, estou entusiasmado com a aquisição do Zagat pelo Google. No futuro, o Zagat será a base de nossa oferta local - encantando as pessoas com sua impressionante variedade de avaliações, classificações e percepções, enquanto permite que as pessoas em todos os lugares encontrem experiências extraordinárias (e comuns) nas redondezas e ao redor do mundo.

Com o Zagat, ganhamos uma equipe de classe mundial que tem mais experiência em pesquisas, recomendações e avaliações com base no consumidor do que qualquer outra pessoa no setor. Fundada por Tim e Nina Zagat há mais de 32 anos, a Zagat estabeleceu uma marca confiável e querida em todo o mundo, operando em 13 categorias e mais de 100 cidades. Os Zagats demonstraram sua capacidade de inovar e fazê-lo com grande percepção. Suas pesquisas podem ser uma das primeiras formas de UGC (conteúdo gerado pelo usuário) - reunir recomendações de amigos sobre restaurantes, computar e distribuir avaliações antes que a Internet como a conhecemos hoje existisse. Seus icônicos guias de bolso com parágrafos resumindo e "fragmentos" do sentimento eram "móveis" antes de "móveis" envolverem a eletrônica. Hoje, o Zagat oferece às pessoas uma visão democratizada, autêntica e abrangente de onde comer, beber, se hospedar, fazer compras e se divertir em todo o mundo, com base em milhões de avaliações e classificações.

Por todos esses motivos, estou incrivelmente animado em colaborar com a Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps a seus produtos e usuários, e trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários.

(Aliás, Kaygetsu, o lugar em Menlo Park, definitivamente faz jus à sua classificação de 27 alimentos!)

OLHAR:


Google compra Zagat: aqui está o porquê

O Google adquiriu a Zagat, a empresa de avaliação que avalia restaurantes, lojas, hotéis e muito mais por meio de pesquisas com consumidores, em um esforço para reforçar seu host de serviços com mais e melhor conteúdo.

Marissa Mayer, vice-presidente de serviços locais, mapas e localização do Google, anunciou em uma postagem do blog que o Google "colaborará com o Zagat para levar o poder da pesquisa do Google e do Google Maps para seus produtos e usuários, e para trazer inovação, confiança e riqueza de experiência para nossos usuários. "

Os termos da compra não foram divulgados.

A aquisição não apenas ressalta os esforços do Google para desenvolver seus produtos locais, mas também a mudança da empresa da web para se tornar um provedor de conteúdo.

O que um gigante das buscas do Vale do Silício desejaria com uma empresa de 30 anos, talvez mais conhecida por publicar guias de restaurantes marrons impressos em árvores mortas? O Zagat fornece ao Google conteúdo muito necessário e confiável que pode ser usado para preencher e diferenciar os produtos do Google, como o Google Places, que atualmente lista informações práticas sobre um estabelecimento (endereço, horário, local) junto com comentários de usuários do Google, como bem como sites de terceiros como Trip Advisor, Citysearch, Yelp e Zagat. Em vez de direcionar os usuários para esses sites de terceiros, o Google poderia, previsivelmente, apresentar as avaliações e comentários do Zagat, que são altamente considerados, nos resultados de pesquisa, nos mapas do Google e em aplicativos móveis.

O Google está de olho na compra de tal empresa de conteúdo há algum tempo: em 2009, o Google estava em negociações para adquirir o Yelp, um site que faz crowdsourcing de avaliações de tudo, de salões de manicure a pizzarias. Embora o Google tenha insistido repetidamente que não é uma empresa de mídia, está investindo cada vez mais no desenvolvimento, promoção e indexação de seu próprio conteúdo original. No início deste ano, lançou uma revista online, Think Quarterly, transmitiu entrevistas em vídeo ao vivo com figuras importantes, como o presidente Obama, e agora abocanhou a Zagat, uma editora de resenhas originais.

A Zagat anunciou a aquisição em seu próprio site com uma imagem inspirada em seu próprio sistema de classificação. "A Zagat, uma 'pioneira em conteúdo gerado pelo usuário' e criadora das críticas de consumidores mais 'influentes' e 'confiáveis' do mundo, foi adquirida por outro 'inovador renomado', GOOGLE," a "crítica" lida. A avaliação do "Google" deu à empresa uma pontuação máxima de 30 nas categorias "local", "social", "móvel" e "útil", que geralmente incluem "comida", "decoração", "serviço" e "custo" nas críticas de restaurantes do Zagat (veja a imagem abaixo).

Os cofundadores da Zagat, Nina e Tim Zagat, escreveram em um blog que "continuarão ativos no negócio como co-presidentes", acrescentando, entretanto, "a fusão de nossos recursos, experiência e plataformas com os do Google nos proporcionará a oportunidade de expandir muito. Passamos tempo suficiente com a gerência sênior do Google para saber que eles compartilham totalmente nossa crença no conteúdo gerado pelo usuário e nosso compromisso com a precisão e a justiça em fornecer aos consumidores as informações necessárias para tomar decisões inteligentes sobre onde comer, viajar e fazer compras. "

Mayer também tuitou o que chamou de "haiku de anúncio de aquisição", que dizia: "Negócio delicioso feito Zagat e Google, agora os gourmets se divertem mais! Goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

O Google acabou de obter ZAGATRated! 09/08/2011 08:27:00 AM “Você sabia que há um lugar em Menlo Park perto do Safeway que tem uma classificação de 27 alimentos?” um de meus amigos me perguntou isso há cerca de dois anos, e fiquei impressionado porque soube imediatamente o que significava. Avaliação de alimentos. Escala de 30 pontos. Zagat. E o lugar. tinha que ser bom. Sem nenhum outro contexto, reconheci e confiei imediatamente na análise e recomendação do Zagat.

So, today, I'm thrilled that Google has acquired Zagat. Moving forward, Zagat will be a cornerstone of our local offering—delighting people with their impressive array of reviews, ratings and insights, while enabling people everywhere to find extraordinary (and ordinary) experiences around the corner and around the world.

With Zagat, we gain a world-class team that has more experience in consumer based-surveys, recommendations and reviews than anyone else in the industry. Founded by Tim and Nina Zagat more than 32 years ago, Zagat has established a trusted and well-loved brand the world over, operating in 13 categories and more than 100 cities. The Zagats have demonstrated their ability to innovate and to do so with tremendous insight. Their surveys may be one of the earliest forms of UGC (user-generated content)—gathering restaurant recommendations from friends, computing and distributing ratings before the Internet as we know it today even existed. Their iconic pocket-sized guides with paragraphs summarizing and “snippeting” sentiment were “mobile” before “mobile” involved electronics. Today, Zagat provides people with a democratized, authentic and comprehensive view of where to eat, drink, stay, shop and play worldwide based on millions of reviews and ratings.

For all of these reasons, I'm incredibly excited to collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users.

(BTW, Kaygetsu, the place in Menlo Park, definitely lives up to its 27 food rating!)

LOOK:


Google Buys Zagat: Here's Why

Google has acquired Zagat, the review company that rates restaurants, stores, hotels and more by surveying consumers, in an effort to beef up its host of services with more and better content.

Google's Marissa Mayer, VP of local, maps and location services, announced in blog post that the Google will "collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users."

The terms of the purchase were not disclosed.

The acquisition not only underscores Google's efforts to build out its local products, but also the web company's shift to become a content provider.

What would a Silicon Valley search behemoth want with a 30 year-old company perhaps best known for publishing maroon restaurant guides printed on dead trees? Zagat provides Google with much-needed, trustworthy content that can be used to fill out and differentiate Google's products, such as Google Places, which currently lists practical information about an establishment (address, hours, location) along with reviews from Google users, as well as third-party sites like Trip Advisor, Citysearch, Yelp and Zagat. Rather than directing searchers to these third-party sites, Google instead could foreseeably feature Zagat's ratings and reviews, which are highly regarded, in search results, in Google maps, and in mobile apps.

Google has had its eye on buying such a content company for some time: In 2009, Google was reportedly in talks to acquire Yelp, a site that crowdsources reviews for everything from nail salons to pizzerias. Though Google has repeatedly insisted it is not a media company, it is increasingly investing in developing, promoting and indexing its own, original content. Earlier this year, it launched an online magazine, Think Quarterly, broadcasted live video interviews with leading figures, such as President Obama, and now has snapped up Zagat, a publisher of original reviews.

Zagat announced the acquisition on its own website with an image inspired by its own ratings system. "Zagat, a 'pioneer in user-generated content' and creator of the world's most 'influential' and 'trusted' consumer reviews, has been acquired by another 'renowned innovator,' GOOGLE," the "review" read. The review of "Google" gave the company a top score of 30 on "local," "social," "mobile" and "useful," categories that usually read "food," "decor," "service" and "cost" in Zagat's restaurant reviews (See image below).

Zagat co-founders Nina and Tim Zagat wrote in a blog that they will "continue to be active in the business as co-Chairs," adding, "however, the merger of our resources, expertise and platforms with those of Google will give us the opportunity to greatly expand. We have spent enough time with Google senior management to know that they fully share our belief in user-generated content, and our commitment to accuracy and fairness in providing consumers with the information necessary to make smart decisions about where to eat, travel and shop."

Mayer also tweeted what she called an "acquisition announcement haiku" that read, "Delightful deal done Zagat and Google now one foodies have more fun! goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

Google just got ZAGATRated! 9/08/2011 08:27:00 AM “Did you know there's a place in Menlo Park near the Safeway that has a 27 food rating?” one of my friends asked me that about two years ago, and I was struck because I immediately knew what it meant. Food rating. 30 point scale. Zagat. And the place. had to be good. With no other context, I instantly recognized and trusted Zagat's review and recommendation.

So, today, I'm thrilled that Google has acquired Zagat. Moving forward, Zagat will be a cornerstone of our local offering—delighting people with their impressive array of reviews, ratings and insights, while enabling people everywhere to find extraordinary (and ordinary) experiences around the corner and around the world.

With Zagat, we gain a world-class team that has more experience in consumer based-surveys, recommendations and reviews than anyone else in the industry. Founded by Tim and Nina Zagat more than 32 years ago, Zagat has established a trusted and well-loved brand the world over, operating in 13 categories and more than 100 cities. The Zagats have demonstrated their ability to innovate and to do so with tremendous insight. Their surveys may be one of the earliest forms of UGC (user-generated content)—gathering restaurant recommendations from friends, computing and distributing ratings before the Internet as we know it today even existed. Their iconic pocket-sized guides with paragraphs summarizing and “snippeting” sentiment were “mobile” before “mobile” involved electronics. Today, Zagat provides people with a democratized, authentic and comprehensive view of where to eat, drink, stay, shop and play worldwide based on millions of reviews and ratings.

For all of these reasons, I'm incredibly excited to collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users.

(BTW, Kaygetsu, the place in Menlo Park, definitely lives up to its 27 food rating!)

LOOK:


Google Buys Zagat: Here's Why

Google has acquired Zagat, the review company that rates restaurants, stores, hotels and more by surveying consumers, in an effort to beef up its host of services with more and better content.

Google's Marissa Mayer, VP of local, maps and location services, announced in blog post that the Google will "collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users."

The terms of the purchase were not disclosed.

The acquisition not only underscores Google's efforts to build out its local products, but also the web company's shift to become a content provider.

What would a Silicon Valley search behemoth want with a 30 year-old company perhaps best known for publishing maroon restaurant guides printed on dead trees? Zagat provides Google with much-needed, trustworthy content that can be used to fill out and differentiate Google's products, such as Google Places, which currently lists practical information about an establishment (address, hours, location) along with reviews from Google users, as well as third-party sites like Trip Advisor, Citysearch, Yelp and Zagat. Rather than directing searchers to these third-party sites, Google instead could foreseeably feature Zagat's ratings and reviews, which are highly regarded, in search results, in Google maps, and in mobile apps.

Google has had its eye on buying such a content company for some time: In 2009, Google was reportedly in talks to acquire Yelp, a site that crowdsources reviews for everything from nail salons to pizzerias. Though Google has repeatedly insisted it is not a media company, it is increasingly investing in developing, promoting and indexing its own, original content. Earlier this year, it launched an online magazine, Think Quarterly, broadcasted live video interviews with leading figures, such as President Obama, and now has snapped up Zagat, a publisher of original reviews.

Zagat announced the acquisition on its own website with an image inspired by its own ratings system. "Zagat, a 'pioneer in user-generated content' and creator of the world's most 'influential' and 'trusted' consumer reviews, has been acquired by another 'renowned innovator,' GOOGLE," the "review" read. The review of "Google" gave the company a top score of 30 on "local," "social," "mobile" and "useful," categories that usually read "food," "decor," "service" and "cost" in Zagat's restaurant reviews (See image below).

Zagat co-founders Nina and Tim Zagat wrote in a blog that they will "continue to be active in the business as co-Chairs," adding, "however, the merger of our resources, expertise and platforms with those of Google will give us the opportunity to greatly expand. We have spent enough time with Google senior management to know that they fully share our belief in user-generated content, and our commitment to accuracy and fairness in providing consumers with the information necessary to make smart decisions about where to eat, travel and shop."

Mayer also tweeted what she called an "acquisition announcement haiku" that read, "Delightful deal done Zagat and Google now one foodies have more fun! goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

Google just got ZAGATRated! 9/08/2011 08:27:00 AM “Did you know there's a place in Menlo Park near the Safeway that has a 27 food rating?” one of my friends asked me that about two years ago, and I was struck because I immediately knew what it meant. Food rating. 30 point scale. Zagat. And the place. had to be good. With no other context, I instantly recognized and trusted Zagat's review and recommendation.

So, today, I'm thrilled that Google has acquired Zagat. Moving forward, Zagat will be a cornerstone of our local offering—delighting people with their impressive array of reviews, ratings and insights, while enabling people everywhere to find extraordinary (and ordinary) experiences around the corner and around the world.

With Zagat, we gain a world-class team that has more experience in consumer based-surveys, recommendations and reviews than anyone else in the industry. Founded by Tim and Nina Zagat more than 32 years ago, Zagat has established a trusted and well-loved brand the world over, operating in 13 categories and more than 100 cities. The Zagats have demonstrated their ability to innovate and to do so with tremendous insight. Their surveys may be one of the earliest forms of UGC (user-generated content)—gathering restaurant recommendations from friends, computing and distributing ratings before the Internet as we know it today even existed. Their iconic pocket-sized guides with paragraphs summarizing and “snippeting” sentiment were “mobile” before “mobile” involved electronics. Today, Zagat provides people with a democratized, authentic and comprehensive view of where to eat, drink, stay, shop and play worldwide based on millions of reviews and ratings.

For all of these reasons, I'm incredibly excited to collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users.

(BTW, Kaygetsu, the place in Menlo Park, definitely lives up to its 27 food rating!)

LOOK:


Google Buys Zagat: Here's Why

Google has acquired Zagat, the review company that rates restaurants, stores, hotels and more by surveying consumers, in an effort to beef up its host of services with more and better content.

Google's Marissa Mayer, VP of local, maps and location services, announced in blog post that the Google will "collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users."

The terms of the purchase were not disclosed.

The acquisition not only underscores Google's efforts to build out its local products, but also the web company's shift to become a content provider.

What would a Silicon Valley search behemoth want with a 30 year-old company perhaps best known for publishing maroon restaurant guides printed on dead trees? Zagat provides Google with much-needed, trustworthy content that can be used to fill out and differentiate Google's products, such as Google Places, which currently lists practical information about an establishment (address, hours, location) along with reviews from Google users, as well as third-party sites like Trip Advisor, Citysearch, Yelp and Zagat. Rather than directing searchers to these third-party sites, Google instead could foreseeably feature Zagat's ratings and reviews, which are highly regarded, in search results, in Google maps, and in mobile apps.

Google has had its eye on buying such a content company for some time: In 2009, Google was reportedly in talks to acquire Yelp, a site that crowdsources reviews for everything from nail salons to pizzerias. Though Google has repeatedly insisted it is not a media company, it is increasingly investing in developing, promoting and indexing its own, original content. Earlier this year, it launched an online magazine, Think Quarterly, broadcasted live video interviews with leading figures, such as President Obama, and now has snapped up Zagat, a publisher of original reviews.

Zagat announced the acquisition on its own website with an image inspired by its own ratings system. "Zagat, a 'pioneer in user-generated content' and creator of the world's most 'influential' and 'trusted' consumer reviews, has been acquired by another 'renowned innovator,' GOOGLE," the "review" read. The review of "Google" gave the company a top score of 30 on "local," "social," "mobile" and "useful," categories that usually read "food," "decor," "service" and "cost" in Zagat's restaurant reviews (See image below).

Zagat co-founders Nina and Tim Zagat wrote in a blog that they will "continue to be active in the business as co-Chairs," adding, "however, the merger of our resources, expertise and platforms with those of Google will give us the opportunity to greatly expand. We have spent enough time with Google senior management to know that they fully share our belief in user-generated content, and our commitment to accuracy and fairness in providing consumers with the information necessary to make smart decisions about where to eat, travel and shop."

Mayer also tweeted what she called an "acquisition announcement haiku" that read, "Delightful deal done Zagat and Google now one foodies have more fun! goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

Google just got ZAGATRated! 9/08/2011 08:27:00 AM “Did you know there's a place in Menlo Park near the Safeway that has a 27 food rating?” one of my friends asked me that about two years ago, and I was struck because I immediately knew what it meant. Food rating. 30 point scale. Zagat. And the place. had to be good. With no other context, I instantly recognized and trusted Zagat's review and recommendation.

So, today, I'm thrilled that Google has acquired Zagat. Moving forward, Zagat will be a cornerstone of our local offering—delighting people with their impressive array of reviews, ratings and insights, while enabling people everywhere to find extraordinary (and ordinary) experiences around the corner and around the world.

With Zagat, we gain a world-class team that has more experience in consumer based-surveys, recommendations and reviews than anyone else in the industry. Founded by Tim and Nina Zagat more than 32 years ago, Zagat has established a trusted and well-loved brand the world over, operating in 13 categories and more than 100 cities. The Zagats have demonstrated their ability to innovate and to do so with tremendous insight. Their surveys may be one of the earliest forms of UGC (user-generated content)—gathering restaurant recommendations from friends, computing and distributing ratings before the Internet as we know it today even existed. Their iconic pocket-sized guides with paragraphs summarizing and “snippeting” sentiment were “mobile” before “mobile” involved electronics. Today, Zagat provides people with a democratized, authentic and comprehensive view of where to eat, drink, stay, shop and play worldwide based on millions of reviews and ratings.

For all of these reasons, I'm incredibly excited to collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users.

(BTW, Kaygetsu, the place in Menlo Park, definitely lives up to its 27 food rating!)

LOOK:


Google Buys Zagat: Here's Why

Google has acquired Zagat, the review company that rates restaurants, stores, hotels and more by surveying consumers, in an effort to beef up its host of services with more and better content.

Google's Marissa Mayer, VP of local, maps and location services, announced in blog post that the Google will "collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users."

The terms of the purchase were not disclosed.

The acquisition not only underscores Google's efforts to build out its local products, but also the web company's shift to become a content provider.

What would a Silicon Valley search behemoth want with a 30 year-old company perhaps best known for publishing maroon restaurant guides printed on dead trees? Zagat provides Google with much-needed, trustworthy content that can be used to fill out and differentiate Google's products, such as Google Places, which currently lists practical information about an establishment (address, hours, location) along with reviews from Google users, as well as third-party sites like Trip Advisor, Citysearch, Yelp and Zagat. Rather than directing searchers to these third-party sites, Google instead could foreseeably feature Zagat's ratings and reviews, which are highly regarded, in search results, in Google maps, and in mobile apps.

Google has had its eye on buying such a content company for some time: In 2009, Google was reportedly in talks to acquire Yelp, a site that crowdsources reviews for everything from nail salons to pizzerias. Though Google has repeatedly insisted it is not a media company, it is increasingly investing in developing, promoting and indexing its own, original content. Earlier this year, it launched an online magazine, Think Quarterly, broadcasted live video interviews with leading figures, such as President Obama, and now has snapped up Zagat, a publisher of original reviews.

Zagat announced the acquisition on its own website with an image inspired by its own ratings system. "Zagat, a 'pioneer in user-generated content' and creator of the world's most 'influential' and 'trusted' consumer reviews, has been acquired by another 'renowned innovator,' GOOGLE," the "review" read. The review of "Google" gave the company a top score of 30 on "local," "social," "mobile" and "useful," categories that usually read "food," "decor," "service" and "cost" in Zagat's restaurant reviews (See image below).

Zagat co-founders Nina and Tim Zagat wrote in a blog that they will "continue to be active in the business as co-Chairs," adding, "however, the merger of our resources, expertise and platforms with those of Google will give us the opportunity to greatly expand. We have spent enough time with Google senior management to know that they fully share our belief in user-generated content, and our commitment to accuracy and fairness in providing consumers with the information necessary to make smart decisions about where to eat, travel and shop."

Mayer also tweeted what she called an "acquisition announcement haiku" that read, "Delightful deal done Zagat and Google now one foodies have more fun! goo.gl/Gwnxg #gogooglelocal."

Google just got ZAGATRated! 9/08/2011 08:27:00 AM “Did you know there's a place in Menlo Park near the Safeway that has a 27 food rating?” one of my friends asked me that about two years ago, and I was struck because I immediately knew what it meant. Food rating. 30 point scale. Zagat. And the place. had to be good. With no other context, I instantly recognized and trusted Zagat's review and recommendation.

So, today, I'm thrilled that Google has acquired Zagat. Moving forward, Zagat will be a cornerstone of our local offering—delighting people with their impressive array of reviews, ratings and insights, while enabling people everywhere to find extraordinary (and ordinary) experiences around the corner and around the world.

With Zagat, we gain a world-class team that has more experience in consumer based-surveys, recommendations and reviews than anyone else in the industry. Founded by Tim and Nina Zagat more than 32 years ago, Zagat has established a trusted and well-loved brand the world over, operating in 13 categories and more than 100 cities. The Zagats have demonstrated their ability to innovate and to do so with tremendous insight. Their surveys may be one of the earliest forms of UGC (user-generated content)—gathering restaurant recommendations from friends, computing and distributing ratings before the Internet as we know it today even existed. Their iconic pocket-sized guides with paragraphs summarizing and “snippeting” sentiment were “mobile” before “mobile” involved electronics. Today, Zagat provides people with a democratized, authentic and comprehensive view of where to eat, drink, stay, shop and play worldwide based on millions of reviews and ratings.

For all of these reasons, I'm incredibly excited to collaborate with Zagat to bring the power of Google search and Google Maps to their products and users, and to bring their innovation, trust and wealth of experience to our users.

(BTW, Kaygetsu, the place in Menlo Park, definitely lives up to its 27 food rating!)

LOOK: