ao.mpmn-digital.com
Novas receitas

Bacalhau vicentina

Bacalhau vicentina



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Receita de bacalhau alla vicentina de de 15-05-2016 [Atualizado em 06-01-2016]

O bacalhau à vicentina é um prato que o meu pai me pediu para preparar. Admito que bacalhau e afins são peixes que não prefiro, nem mesmo fritos, imagina, mas provei em Treviso, nos croutons de polenta e reavaliei um pouco;) Mas vamos passar à receita, quando eu encontro o receitas regionais Sempre vou com pés de chumbo, leio receitas diferentes, estudo sua história e bacalhau vicentina, especificamente, li sobre vários preparativos. Há os que picam o alho, os que colocam inteiros e eliminam a meio da cozedura, os que falam de cinco horas de cozedura lenta, os de apenas três, os que passam as rodelas de bacalhau na farinha e os que não etc. Tentei fazer uma média de todas as receitas lidas por aí e experimentei esta versão, o meu pai gostou muito, o tempo de cozedura no leite deixa o peixe muito macio e dá um sabor muito delicado. A receita é feita em cada família com pequenas variações, por isso amigos de Vicenza se tiverem alguma sugestão ou crítica me digam;) meninas, deixo-vos a receita e desejo-vos um feliz domingo: *

Método

Como fazer bacalhau à Vicenza

Pique a cebola, pique as anchovas e frite numa frigideira grande com bastante azeite. Assim que a cebola murchar, acrescente a salsa também.

Limpe o bacalhau, enfarinhe e coloque na assadeira.


Frite dos dois lados para dar sabor, depois acrescente o parmesão ralado e o leite e leve para ferver.


Cubra com a tampa, abaixe o fogo e cozinhe por cerca de 4 horas.

O bacalhau alla vicentina está pronto, tempere com sal e sirva quente ou morno.


Receitas de bacalhau: bacalhau à italiana

Baccalà é o bacalhau salgado (bacalhau que se conserva embalando no sal e secando) vendido a laje, um alimento improvável para se animar. De fato, em grande parte de sua história, ninguém o fez era barato e muito bem conservado, o que o tornava um alimento ideal para os pobres e também para outros, às sextas-feiras (quando era proibido comer carne) e não havia peixe fresco disponível. Foi um alimento básico para muitas pessoas nos dias anteriores à refrigeração, eventualmente encontrando seu caminho em muitas cozinhas diferentes em todo o mundo, especialmente no Mediterrâneo.

O famoso escritor italiano de culinária Pellegrino Artusi, ao apresentar receitas de bacalhau em seu livro de receitas Ciência na cozinha, alertou repetidamente seus leitores para não esperar milagres. No entanto, ele incluiu mais receitas de baccalà do que de quase qualquer outro tipo de peixe, uma indicação de que encontrou seu Favor.


As receitas do Teste do Chef e É sempre meio-dia

Se você está interessado na receita deste delicioso prato intitulado "Baccalà alla vicentina", abaixo você encontrará a lista de ingredientes, uma descrição exaustiva do procedimento para cozinhar esta deliciosa receita e o vídeo com os principais passos para preparar este delicioso prato .

  • 1 kg de stockfish encontrado como "aranha",
  • 500 ml de leite,
  • 500 gr de cebolas,
  • 4 anchovas salgadas,
  • queijo ralado a gosto,
  • alho a gosto,
  • salsa a gosto,
  • farinha branca a gosto,
  • azeite de oliva extra virgem,
  • Sal e pimenta a gosto.

Abra o stockfish longitudinalmente e remova os espinhos e os ossos. Lave e desosse as anchovas e pique-as com um punhado de salsa. Prepare um refogado com bastante azeite, cebola picada e dois dentes de alho.

Quando a cebola começar a dourar, acrescente a salsinha e as anchovas. Misture bem a mistura, distribua uma parte na metade do caldo, polvilhe com farinha branca, queijo ralado, sal e pimenta e feche novamente.

Corte o caldo recheado em rodelas, passe-os na farinha branca misturada com o queijo ralado e arrume-os numa frigideira, bem colocados uns contra os outros, de forma a que uma parte cortada fique no fundo.

Deite o resto do molho sobre o stockfish e cubra quase com o leite e o azeite (três partes de leite e uma de azeite). Cozinhe em fogo baixo, tampado e sem mexer, por pelo menos 4 horas.

Eventualmente, o stockfish deve quebrar facilmente com um garfo. Sacuda a frigideira de vez em quando para que os alimentos não grudem no fundo. Deixe descansar por um dia inteiro. No momento reaqueça com cuidado e sirva quente.

Vídeo da receita Baccalà alla Vicentina

Se você não consegue visualizar o vídeo corretamente ou se adora este site e deseja apoiar o nosso trabalho, desative o Adblock apenas para o site Cook's Test Recipes.


Bacalhau vicentina

O bacalhau vicentina é um segundo prato de peixe típico de Veneto. Para esta receita, usamos o bacalhau seco e não aquele preservado em sal, mesmo que o nome possa ser enganoso. Um prato saboroso para servir polenta macio ou grelhado.

  • 600 g de bacalhau embebido
  • 100 g de farinha
  • 250 g de cebola
  • 2 sardinhas
  • 250 ml de leite
  • 250 ml de óleo
  • 30 g de queijo parmesão ralado
  • 1 ramo de salsa
  • sal
  • Pimenta

O bacalhau é uma preservação particular de Bacalhau, cuja etimologia não gera pouca confusão na cozinha. Na maior parte da Itália, na verdade, por bacalhau salgado significa o bacalhau conservado em filetes salgados enquanto o bacalhau ao ar livre é definido peixe preto. Pelo contrário, no Véneto, Friuli-Venezia Giulia e Trentino, regiões que têm na sua tradição numerosas receitas à base deste peixe, o bacalhau é bacalhau seco ao ar.

Para a preparação do bacalhau vicentina, Portanto, o bacalhau seco e não aquele preservado em sal, mesmo que o nome possa ser enganoso. Isto aplica-se a todas as receitas à base de bacalhau típicas do Nordeste de Itália, como o bacalhau com creme, o baccalà alla triestina ou o bacalhau alla perpicaregna.

O bacalhau ou stockfish que hoje compramos nos mercados e supermercados é quase sempre vendido pronto a usar. Tradicionalmente, no entanto, era necessário bater com força para enfraquecê-lo, antes de deixá-lo imersão em água por pelo menos 3-4 dias para eliminar todo o sal de armazenamento. Se optar por comprar bacalhau seco, lembre-se de calcular bem o seu peso. Para 4 pessoas, por exemplo, aconselhamos a compra de cerca de 400 gramas, que passarão a 700 após a imersão.


Bacalhau de ouro

Desossar e lavar o peixe e, depois de cortá-lo em pedaços, seque-o com um pano.
Em uma tigela, bata um ovo e junte três colheres de sopa de farinha, uma colher de sopa de salsa picada, sal, pimenta e vinho branco o suficiente para obter uma massa bem espessa.

Passe os pedaços de bacalhau na massa e frite numa frigideira com bastante óleo de fritar bem quente.

Quando os pedaços de bacalhau estiverem bem dourados, escorra-os da frigideira com o azeite, deixe secar sobre algumas folhas de papel absorvente e sirva ainda quente com legumes frescos.


Esta é a receita codificada por & ldquoVenerável Confraria de Bacal & agrave alla vicentina & rdquo

Para 10 pessoas

  • 1 kg de stockfish seco
  • 250 gr de cebola
  • 1/2 litro de azeite de oliva extra virgem
  • 3 sardinhas salgadas
  • ½ litro de leite fresco
  • pouca farinha branca
  • 50 gr de parmesão ralado
  • um raminho de salsa picada
  • sal e pimenta

Mergulhe o bacalhau, já bem batido, em água fria, mudando de 4 em 4 horas, durante 2 a 3 dias.
Abra o peixe longitudinalmente, retire a espinha e todas as espinhas. Corte em pedaços.
Corte as cebolas em rodelas finas, doure-as numa frigideira com um copo de azeite, junte as sardinhas salgadas e, por último, corte em pequenos pedaços, ao lume desligado, junte a salsa picada.
Farinha os vários pedaços de peixe-caldo, salpique-os com as cebolas salteadas e, em seguida, arrume-os um ao lado do outro, numa assadeira de terracota ou de alumínio ou num refratário (no fundo do qual se deitam algumas colheres de frito) cubra o peixe com o resto do molho, acrescentando também o leite, o parmesão ralado, o sal, a pimenta. Combine o óleo até cobrir todas as peças, nivelando-as.
Cozinhe em fogo baixo por cerca de 4 horas e meia, movendo o recipiente de vez em quando em rotação, sem mexer nunca. Esta fase de cozimento, no termo "Vicenza", é chamada de "pipare".
Só a experiência poderá definir a cozedura exacta do stockfish que, de espécime para espécime, pode diferir em consistência.
Bacal & agrave alla vicentina é excelente mesmo após um repouso de 12/24 horas. Sirva com polenta.


Doses e ingredientes

  • Doses para 4 pessoas
  • Dificuldade média
  • Custo Graves
  • Disponibilidade de alimentos fácil
  • Bacalhau salgado embebido por pelo menos 2 dias - 1 kg
  • Salsa 1 tufo
  • Anchovas salgadas 5
  • Leite inteiro 50 cl
  • Cebolas brancas 3
  • Alcaparras salgadas 1 colher de sopa
  • Azeite virgem extra (EVO) q.s.
  • farinha q.s.
  • sal q.s.
  • Pimenta q.s.

Baccalà alla vicentina: quando o café cheira as receitas tradicionais

Um pouco de historia
As crônicas da Sereníssima nos contam que o explorador veneziano Pietro Querini zarpou da ilha de Candia em abril de 1430 para Flandres. Ao longo do caminho, seu barco foi atingido por uma violenta tempestade e foi arrastado para o norte. Querini e seus homens escaparam em segurança em uma ilha, Røst, no arquipélago norueguês de Lofoten, onde permaneceram por quatro longos meses. Naquela época Querini descobriu que os habitantes de Røst secavam o bacalhau ao ar, reduzindo-o a um "bacalhau" muito duro. Quando o explorador partiu para Veneza na primavera, trouxe consigo 60 stockfish e uma riqueza de conhecimentos culinários que logo se espalhou por toda a cidade. Hoje, o bacalhau desempenha um papel preponderante na cozinha veneziana: o bacalhau cremoso, o bacalhau cappuccina e o chamado bacalhau vicentina são delícias dignas dos paladares mais requintados.

Os ingredientes para preparar o bacalhau alla vicentina

Para preparar o bacalhau alla vicentina precisamos de:
• 1 kg de stockfish
• 3 sardinhas salgadas
• 300 gramas de cebola
• 500 ml de azeite virgem extra
• 50 gr de parmesão
• 500 ml de leite integral
• 00 farinha
• salsa

A preparação
A preparação do bacalhau alla vicentina exige muito tempo e trabalho, mas compensa com o seu deleite a qualquer esforço. O bacalhau bem batido deve ser mantido em água fria durante 3 dias, tendo o cuidado de mudar a água a cada 4 horas. No terceiro dia, o peixe deve ser aberto, limpo, desossado e cortado em pedaços.
Em seguida, doure a cebola em um copo de azeite, acrescente as sardinhas picadas e a salsa picada. Em seguida, enfarinhe o caldo e coloque-o em uma assadeira ou assadeira cobrindo-o com o molho preparado. Em seguida, adicione o leite, o parmesão, o azeite e um pouco de sal. Tudo deve ser cozido em fogo baixo por 4 horas e meia, sem mexer.

O toque surpreendente do café
Para dar um toque extra a este preparo tradicional, pode-se colocar um véu de pó de café, uma vez servido, tendo o cuidado de moê-lo bem fino, para torná-lo impalpável. O café mais adequado para este fim terá uma torra bastante ligeira: a sua acidez, aliás, é perfeita para "limpar" a boca no caso de pratos bastante gordurosos como este.
A baccalà alla vicentina com aroma de café é uma receita a experimentar: e já revisitou uma receita tradicional italiana com o aroma e o sabor aromático do café?


Procuro receitas de bacalhau ao estilo de Vicenza

Então.
.. Sou de Vicenza, envio-vos a receita publicada no sítio "oficial" do bacalhau de Breganze (uma localidade da zona de Vicenza onde se estabeleceu uma confraria de bacalhau).
Tentativas:

Ingredientes para 12 pessoas: kg. 1 de stockfish seco g. 500 de cebolas 1 litro de azeite virgem extra n 3-4 anchovas 1/2 litro de leite fresco um pouco de farinha branca g. 50 queijo parmesão ralado um raminho de salsa picada e pimenta.
Preparação.
Mergulhe o bacalhau, já bem batido, em água fria, mudando de 4 em 4 horas, durante 2 a 3 dias. Remova parte da pele. Abra o peixe longitudinalmente, retire a espinha e todas as espinhas. Corte em pedaços quadrados, possivelmente iguais. Corte as cebolas em rodelas finas, doure-as numa frigideira com um copo de azeite, junte as anchovas dessalgadas, desossadas e cortadas em pedacinhos por último, com o fogo desligado, junte a salsa picada. Enfarinhe os vários pedaços de peixe, salpique-os com o molho preparado e, em seguida, arrume-os lado a lado, em uma assadeira de terracota ou de alumínio, ou em uma assadeira (no fundo da qual você terá derramado algumas colheres de refogado primeiro) cubra o peixe com o resto do molho, acrescentando também o leite, o parmesão ralado, o sal e a pimenta. Adicione o óleo até cobrir todas as peças, nivelando-as.
Cozinhe em fogo muito baixo por cerca de 4 horas e meia, movendo o recipiente de vez em quando em rotação, sem mexer nunca.Em termos vicenza, essa fase de cozimento é chamada de "pipare".
Só a experiência poderá definir a cozedura exacta do stockfish que, de espécime para espécime, pode diferir em consistência. Sirva quente com polenta às rodelas: o bacalhau à Vicenza é excelente mesmo depois de 12-24 horas de repouso.
Olá.


Simplesmente bom

Mergulhe o stockfish, já bem batido, em água fria, mudando a água a cada 4 horas durante pelo menos 2-3 dias.

  • Obter link
  • o Facebook
  • Twitter
  • Pinterest
  • O email
  • Outros aplicativos

Comentários

ciaoo adoro bacalhau! sua receita muito boa é muito gostosa!

Bom prato tradicional clássico. Lindamente preparado e apresentado. boas meninas !! um beijo!

Então meninas, vamos começar com a ode ao bacalhau que é uma maravilha e se colocarmos seu prato extraordinário e uma taça de vinho nele. alcançamos a perfeição. MUITO OBRIGADO. Uma linda receita. Um grande beijo

Gostoso, como muito frequentemente. Um prazer de dar água na boca. Não conhecia a ode do bacalhau! Um abraço

uma maravilha de prato. Eu realmente gosto muito disso. muito bom, uma receita muito interessante! eu beijei

Obrigado pelas boas-vindas meninas !! Foi um verdadeiro prazer conhecê-los e mais ainda é poder colaborar com todos vocês nesta esplêndida coluna sobre cozinha regional.
O bacalhau alla vicentina é uma receita tão famosa que se espalhou por toda a Itália, é muito conhecido até aqui na Toscana. O prato é lindamente apresentado. Muito bom.
Vejo você em breve e boa noite.

Eu realmente não gosto de bacalhau :( mas todas as minhas fa, milhas te deixam louco e, portanto, você cozinha com frequência. Da próxima vez vamos tentar fazer assim! Brava! Boa noite! :)

o bacalhau é muito bom! Eu o preparo de várias maneiras. mas nunca fiz isso no estilo de Vicenza! será a hora certa!
Abraços


Vídeo: Bacalà alla Vicentina - La ricetta ufficiale della Confraternita del Bacalà alla Vicentina