Novas receitas

Pratos pequenos de Detroit: ideais para compartilhar

Pratos pequenos de Detroit: ideais para compartilhar


Localizado atrás da Detroit Opera House, fica o Small Plates: um restaurante sofisticado e sofisticado de tapas. Com um cardápio que inclui desde frango e waffles até tomates verdes fritos, são servidas porções do tamanho de um aperitivo, tornando-o ideal para degustar uma grande variedade de pratos. Veja como eles se classificaram:

Atmosfera: 4 de 5 mordidas
Preço: 2 de 5 mordidas
Qualidade / Sabor: 3 em 5 mordidas
Serviço: 3 em 5 mordidas
Apresentação / Estilo: 2 de 5 mordidas

Flor de Atum de Lótus: Atum com crosta de gergelim grelhado sobre manga e molho jalapeño, wasabi aioli, abacate e redução de soja em uma flor de wonton frita. Apresentação deslumbrante; fresco e leve com camadas de textura. Abacate cremoso, manga leve e fresca, wonton crocante, finalizado com atum de gergelim. A única coisa que faltava neste prato era o calor, já que não comíamos muito do molho jalapeño ou wasabi.

Tostadas de frango: Frango desfiado, queijo pepper jack, molho de manga e jalapeño e creme azedo de limão. O frango estava macio e úmido, mas poderia usar um pouco mais de tempero. As coberturas estavam frescas e minha única reclamação foi que, quando cheguei ao fundo da casca, ela estava encharcada.

Mac e quatro queijos gratinados: Cheddar branco, Gouda, pimenta e parmesão. Nosso favorito! Macarrão perfeitamente cozido coberto com delícias de queijo e coberto com uma crocante.

Pizza de Frango Assado: Frango grelhado, queijo pepper jack, cebolas caramelizadas e molho barbecue. Eu realmente gostei que o molho barbecue tinha um toque de calor para ajudar a equilibrar a doçura da cebola caramelizada. Não havia muito queijo e tinha uma borda bem crocante e dourada. Muito bom para um prato fundo, mas pedir bem feito colocaria esta pizza por cima.

Chegamos por volta das 17 horas. em uma sexta-feira e embora ainda não estivesse cheio, estava começando a se encher de reservas. O serviço foi bom, e a iluminação reduzida era perfeita para o nosso jantar. Devo dizer que ficamos um pouco decepcionados porque a comida não era tão boa quanto esperávamos para o preço. No entanto, ainda nos divertimos pedindo itens diferentes e experimentando todos eles.

Uma versão desta revisão foi publicada originalmente em The Bite Tonight.


“British Tapas” - Os Melhores Pratos Pequenos para o Seu Menu de Bar

  • Whitebait
  • Maionese (2L) - 8508
  • Alcaparras (1,6KG) - 8323
  • Curley Parsley - 2100
  • Ovo Escocês Adequado
  • Cebolinha - 2706
  • Curley Parsley - 2100
  • Noz-moscada ralada - 8429
  • Mostarda Inglesa (1,1 kg) - 33064
  • Salsichas de Mel e Mostarda
  • Mel transparente (1,36 kg) - 8090
  • Mostarda Integral (5KG) & # 8211 8534
  • Molho Worcester - (568ml) - 8510

Tapas e outros pratos pequenos explodiram em popularidade nos últimos anos, com os fins de semana geralmente sendo a maior fonte de receita para pubs e restaurantes, esses pratos econômicos podem ser uma ótima fonte de renda no meio da semana para o negócio.

Embora as tapas sejam tradicionalmente associadas à Espanha, não há razão para que as refeições pequenas não possam ser adaptadas a outros tipos de cozinha, incluindo a britânica. Então, por que não largar as nozes e batatas fritas e fazer do seu restaurante o assunto da cidade com nossos melhores pequenos pratos para cardápio de bar.


Pequeno lote de panquecas com partridgeberries

Às vezes eu quero panquecas, mas não tenho coragem de trabalhar com uma pilha de 12. Esta receita faz duas panquecas grandes ou três pequenas para duas pessoas - e só suja uma única tigela.

Ingredientes:

  • 1 xícara de farinha multiuso
  • 2 colheres de chá fermento em pó
  • ½ colher de chá sal
  • 2 colheres de sopa. de açúcar granulado
  • 1 xícara de leitelho
  • 1 ovo grande
  • 2 colheres de sopa. de manteiga derretida
  • ½ colher de chá extrato de baunilha
  • ½ xícara de partridgeberries locais.

* Um pouco de raspas de frutas cítricas ou cardamomo é uma excelente maneira de enfeitar as coisas.

* A manteiga pode ser trocada por óleo de coco, e o leite de amêndoa funciona no lugar do leitelho.

Instruções:

Misture os ingredientes secos. Agora, adicione o ovo, a baunilha, o leitelho e a manteiga derretida até que tudo comece a combinar. Não queremos ver nenhum bolsão de farinha seca, mas não queremos misturar demais, ou as panquecas ficarão duras e sem vida. Adicione suas frutas, mas não as misture! Não queremos fazer panquecas roxas.

Aqueça uma frigideira antiaderente (ferro fundido é melhor) em fogo médio e coloque um pouco de manteiga na frigideira. Despeje cerca de um quarto de xícara da massa na panela. Cozinhe até que as bordas estejam douradas e com uma aparência deliciosa e pequenas bolhas sejam visíveis no centro. Vire e cozinhe por mais dois minutos. Sirva com manteiga e xarope de bordo. Aproveitar!


Receitas fáceis de tapas

Uma tortilha bem feita é fundamental para qualquer menu de tapas. Esta receita fácil com apenas quatro ingredientes é um clássico e vai cair um deleite em uma pasta de prato pequeno.

Patatas bravas

Recrie este popular prato de tapas espanholas em casa com nossa receita fácil. Batatas assadas crocantes são cobertas com molho de tomate páprica defumado e salsa fresca.

Albondigas enfumaçadas

Faça essas almôndegas de estilo espanhol usando carne picada de carne de porco e sirva em um rico molho de tomate como parte de sua pasta de tapas. Limpe todo aquele molho adorável com um pouco de pão.

Croquetas de presunto

Bolas deliciosas do tamanho de uma mordida. Repleto de manchego e presunto, esta receita simples de seguir os torna um deleite fácil de comer tapas.

Pimentos piquillo

Traga o sabor espanhol para o seu entretenimento com esta receita fácil de uma salada rápida de pimenta piquillo. Esses chillies doces podem ser comprados em potes e com um pouco de vinagre de xerez e salsa transformados em um prato de tapas.

Chorizo ​​al vino

Esta receita de chorizo ​​al vino vem do Lobos, um bar de tapas no Borough Market. É muito simples, mas combina sabores espanhóis clássicos e arrojados e é ideal para servir como parte de uma pasta de tapas.

Camarões de alho

Camarões, pimentões e aioli sedoso com alho criam um delicioso jantar de inspiração espanhola para dois, ou um ótimo prato para compartilhar para desfrutar como parte de um banquete de tapas maior.

Pimentos de padrón e espetos de chouriço com garoa de mel

Esses pimentos padrón grelhados pegajosos com chouriço e garoa de mel são o prato de tapas ou petiscos perfeitos para acompanhar bebidas durante os meses de verão.

Bolinhos de bacalhau

Um clássico das tapas espanholas com facilidade. Bacalhau defumado e bolinhos de batata com ovo e farinha fritos rapidamente até ficarem crocantes. Sirva com rodelas de limão.

Pan con tomate

Uma receita realmente rápida e fácil para aquele banquete de tapas, esta é melhor feita com tomates espanhóis bem maduros. Também faz um bom café da manhã - catalães e espanhóis costumam apreciá-lo com um café pela manhã.

Mexilhões com açafrão

Troque seu moules marinière habitual por esta receita espanhola reforçada com mexilhões, açafrão e espinafre. Pronto em apenas 30 minutos, é um ótimo prato de tapas para compartilhar.

Migas

Esta receita vem do bar de tapas Lobos no mercado Borough e é um complemento ideal para um menu de compartilhamento de inspiração espanhola. O ovo frito escorrendo com a pancetta e pão crocante é profundamente gratificante.

Queijo tetilla assado com escalivada

Esta receita também vem do bar de tapas Lobos no Borough Market. Tetilla é um queijo espanhol disponível em delicatessens e online. Este prato leva apenas 30 minutos para ser preparado e é ótimo como parte de uma pasta compartilhada.

Tortilha de chouriço, batata e salsa

Adicionar chouriço a esta receita clássica de tapas espanholas dá um sabor extra - nós amamos aquele chute de colorau - bem como uma cor vibrante. Uma versão mais carnuda da tradicional tortilha, ela ganha seu lugar em qualquer festa ao estilo espanhol.


Receitas de pequenos pratos asiáticos para misturar, combinar e compartilhar

Os aperitivos com sotaque asiático incluem a receita do Viet Bowl compartilhada pelo chef / consultor Patrick McDonnell da McDonnell, Kinder & amp Associates, uma apresentação que pode ser servida com peitos de frango marinados com capim-limão ou palitos de porco no espeto. A versão de frango apresenta caldo de frango aromatizado com gengibre, alho, mirin, leite de coco, pasta de curry vermelho, raspas e suco de limão, molho de soja e molho de peixe - com macarrão de arroz, vegetais em juliana, amendoim, folhas de hortelã fresca e óleo de coentro.

“A inspiração para o prato surgiu da exploração de novos sabores asiáticos, mas autênticos”, diz McDonell. “Sinto que é importante permanecer fiel à profundidade dos sabores disponíveis e respeitar os ingredientes indígenas, como o amendoim, por seu sabor e textura.”

Outros pratos pequenos incluem Crunchy Tofu e Ginger Pork Puffs do Chef Robert Danhi, que podem ser servidos no espeto, e Ahi Tuna Poke, feito com uma marinada de atum apimentada e servido no Presidio Social Club em San Francisco. A receita é do Chef Jay Abrams. O Chef Justin Carlisle da Ardent em Milwaukee oferece uma interpretação asiática do surf e turf: Lagosta e Porco Cantonesa.

Para receitas asiáticas em pratos casuais, como sanduíches e wraps, considere o estilo tailandês Pulled Duck Sliders do chef Greg Reggio da Taste Buds Management em Nova Orleans e Avocado Shrimp Spring Rolls de Robin Covey do Novo Restaurant and Lounge em San Luis Obispo, CA . As inspirações para salada incluem carne asiática picante com uvas e repolho Napa, uma receita desenvolvida pelo chef Scott Samuel, da CIA Greystone.

Outras ideias de menu: Lombo de cordeiro defumado com chá com rabanete e salada de aipo do Chef Bill Kim da UrbanBelly em Chicago e Washoku-Style Nitsuke, uma ideia nova para filé de cauda amarela do proprietário Pat Yoshida do Sushi Dokoro Kirala em Beverly Hills, CA.


Espargos ralados com iogurte de açafrão

Esta ideia de aspargo é esfarelada em vez de amassada, o que ajuda a reter uma textura maravilhosa. O iogurte de açafrão é uma versão simples de um aïoli, mas ao estilo do Oriente Médio. Faça isso para uma receita divertida vegetariana impressionante.

Puffs kofta de cordeiro com tahine e molho de tomate

Bolas de cenoura, halloumi e endro

Raramente você vê cenouras fritas, então aqui Sabrina Ghayour as combinou com halloumi para fazer essas bolinhas crocantes - perfeitas com bebidas em uma festa ou como parte de um banquete do Oriente Médio. Descubra mais de nossas receitas fáceis de estilo canapé aqui.

Jujeh kabab

Refletindo a comida das casas espetaculares de kabab de Teerã, a culinária alegre do restaurante Berenjak é ideal para recriar em casa. Experimente este espetinho de frango com cúrcuma como parte de um banquete meze.

Feijão verde temperado e arroz com tomate

Sabrina Ghayour pega uma receita persa clássica, loobia polow (arroz cozido com feijão verde e carne), e o torna vegetariano para um prato principal livre de carne. Confira mais nossos impressionantes pratos vegetarianos aqui.

Bife marinado com labneh, manteiga de polpa de biberão e cebolas crocantes

Inspirando-se no Iskender kebap da Turquia, este prato de bife marinado com labneh (ou iogurte coado, se preferir) e manteiga de pulbiber é uma explosão de sabores simples, mas eficaz. Passe o pão achatado almofadado pelo iogurte para obter o máximo de prazer. Servindo até seis pessoas, este prato vai agradar a todos.

Berinjelas grelhadas no carvão meze

Confira este meze vegetariano fácil com berinjelas grelhadas no carvão. Esta receita simples, mas incrivelmente mais saborosa, fica pronta em menos de uma hora, um prato perfeito para servir no seu próximo jantar.

Batata temperada rösti

Batata rösti é tradicionalmente um prato de café da manhã suíço, mas aqui Sabrina Ghayour nos mostra seu toque usando sementes de mostarda, flocos de pimenta e feno-grego. Essas especiarias conferem a esta receita um sabor realmente forte e acompanham perfeitamente seus ovos cozidos.

Ras el hanout e bolo de pão doce de leitelho com cobertura de rosa

Dê um toque de doçura ao seu banquete de meze com um bolo de pão de rosewater delicadamente temperado. Ras el hanout é uma mistura de especiarias que tem um toque de terra, mas funciona incrivelmente bem nesta receita - e a cobertura de rosa complementa o sabor picante lindamente.

Salada de berinjela defumada e pimenta com melaço de romã

A salada de berinjela fumegante e doce de Sabrina Ghayour é feita para compartilhar. Evoque os sabores da Pérsia com melaço de romã e sementes frescas de romã. Descubra muito mais receitas de saladas vegetarianas.

Bolinhos de bacalhau com molho de mel de harissa

Esses bolinhos de peixe crocantes com molho de rosa harissa doce e picante de Sabrina Ghayour são petiscos perfeitos para um jantar de jantar do Oriente Médio.

Omelette Irani

Dê à omelete simples um toque iraniano, combinando com um rico molho de tomate. Sirva com uma colher de manteiga com sal, cebolinhas e pão sírio.

Cenouras assadas com tahine e romã

Dê aos seus vegetais assados ​​uma transformação do Oriente Médio com estas cenouras assadas com nozes e doces. Regue com tahine e espalhe com sementes de romã para um lado vibrante ou meze sharer.

Salada de frango temperada com castanha de caju e pepino

Esta salada de frango aromática de Sabrina Ghayour é perfeita para um spread de jantar do Oriente Médio. Sirva em um prato grande e deixe todos comerem.

Bolinhos de raiz de vegetais condimentados com harissa e iogurte de limão

Experimente estes bolinhos vegetais picantes com iogurte harissa vigoroso. Feito com uma combinação de batata, nabo, beterraba e aipo, esses bolinhos são repletos de vegetais. Sementes de cominho e mostarda dão um toque picante.

Khoresht karafs (guisado de aipo)

Inspirado na comida de rua de Teerã, este suculento ensopado de cordeiro e aipo é ideal para um prato de mezze. As pernas de cordeiro são marinadas durante a noite em uma mistura de açafrão e, em seguida, combinadas com aipo, salsa e ervas em um ensopado simples.

Loobia chiti (caldeirada de feijão)

Use seus alimentos básicos para usar neste ensopado de feijão vegano ao estilo iraniano. Com um molho de tomate picante e cobertura de cominho, este guisado de feijão refogado aromático é perfeito para molhar com pão sírio.

Bacalhau com molho de tomate e endro e maionese de lima harissa

Esta é uma variação inteligente e econômica do rolo de lagosta, mas com muito mais sabor e uma cobertura crocante e apimentada para torná-lo ainda mais satisfatório do que o original. A maionese ardente e a salsa refrescante adicionam o final perfeito.

Kuku verde de inverno com bérberis e pinhões

Faça nossa receita de kuku sabzi com ervas e corte em quadrados para uma saborosa mordida de meze. Esta fritada persa contém ervas, especiarias e vegetais de inverno.


23 receitas de hambúrguer de dar água na boca para o Dia Nacional do Hambúrguer

Pssst. Você ouviu? O programa de negócios de 10 semanas da Brit + Co para mulheres, Selfmade, está de volta para o verão! E isso também significa que nosso programa de bolsas está de volta em ação graças ao nosso incrível parceiro, Office Depot. Continue lendo para saber mais sobre o programa de mudança de vida e como se juntar à próspera comunidade empreendedora que ajudou a orientar mais de 5.700 mulheres até o momento.

O que é Selfmade?

Projetado para ajudá-lo a criar um novo negócio ou expandir o existente, este curso é conduzido pessoalmente pela fundadora da Brit + Co, Brit Morin, e apoiado por mais de uma dúzia das melhores empreendedoras, criativas e investidores do país. Os alunos recebem treinamento personalizado sobre tudo, desde como sair da sua zona de conforto até como dimensionar o seu negócio e tudo mais. E agora, graças ao nosso patrocinador fundador Office Depot, ainda mais de vocês podem participar do curso!

Quando é o programa?

A sessão de verão do Selfmade começa segunda-feira, 28 de junho e dura 10 semanas até sexta-feira, 3 de setembro de 2021.

Quanto custa para se inscrever?

O preço da inscrição é de US $ 2.000, mas para a sessão de verão, estamos entusiasmados em nos unir à Office Depot para conceder 200 vagas de bolsa GRATUITAS para o curso. As bolsas de estudo estão abertas a residentes nos Estados Unidos, com foco em mulheres negras, mulheres de comunidades carentes e sub-representadas e mulheres que precisam de apoio para ajudá-las a trilhar o caminho. Afinal, acreditamos firmemente que seu sistema de apoio é uma grande parte de como você alcança a grandeza, e estamos aqui para torcer por todos vocês.

Para indicar a si mesmo ou a alguém que você conhece para uma bolsa de estudos, acesse nosso formulário de inscrição aqui. O prazo para inscrições de bolsas é 8 de junho - é hora de dar o salto!

Assim que os bolsistas forem escolhidos em junho, os possíveis alunos terão 48 horas para aceitar suas vagas, portanto, fique de olho em sua caixa de entrada a partir de 8 de junho! Para aqueles que não recebem uma bolsa integral, você terá direito a um desconto especial e vantagens apenas pela inscrição!

Então, o que você está esperando? Dê uma chance a si mesmo e fique um passo mais perto de ser verdadeiramente feito por você mesmo. Saiba mais sobre o programa Selfmade, inscreva-se para uma bolsa de estudos e prepare-se para se inspirar :)

Descubra quais lições valiosas esses proprietários de pequenas empresas e empreendedores tiraram da sessão de primavera do curso Selfmade de 10 semanas em Selfmade Success Stories.


Piattini: 12 ideias para pratos italianos pequenos

Preparar refeições com vários pratos pode ser uma tarefa gratificante, especialmente quando você está cozinhando para a família e amigos que apreciam comida. No entanto, passar horas na cozinha preparando L & # 8217antipasto, Il primo, Il secondo, Il contorno e Il dolce, mesmo para uma cozinheira doméstica tímida, pode ser uma perspectiva desmoralizante.

1. Presunto, queijo de cabra macio e azeitonas picantes.


4. Azeitonas (todas as formas e tamanhos)

7. Focaccia de alecrim (com receita) 8. Frittata (incluindo seis receitas)

9. Mussarela de leite integral com azeite de oliva extra virgem, sal e pimenta-do-reino.

10. Bruschetta com tomate (incluindo receita)

11. Mais salames, incluindo speck, salame calabrese e lombo de porco curado)!

12. Arancini ou bolinhos de arroz (incluindo receita)

Postagens relacionadas de Scordo.com

Bolinhos de flor de abobrinha em flor Nossa mãe tem usado a mesma receita de bolinhos de flor de abobrinha.

Às vezes, fotos de alimentos são melhores do que o alimento real. Posso dizer de todo o coração, no entanto, & hellip

Quando eu pedi aos leitores em nossa página de fãs no Facebook para citar algumas falácias e diabos da comida italiana

4 comentários

Risoto de Abobrinha & Abobrinha de Verão # 038 com Costeletas de Porco Assadas (Risotto alla Abobrinha / Cucuzza con Braciola di Maiale

(foto: prato final: Abobrinha e Risoto de Abóbora de Verão com Costeletas de Porco Assadas) Sempre que encontro pessoas e digo a elas que estou interessado em comida e culinária, a pergunta inevitável se segue: & # 8220 então, o que você cozinha? & # 8221 Antes Eu respondo que frequentemente faço uma pausa & # 8230

Meu Deus, esta comida parece ótima. Obrigado por publicar

Vincent, obrigado por manter a cultura italiana viva com sites como o seu. Eu cresci com o tradicional italiano (calabresa) & # 8230. Na verdade, nasci lá. Cresceu em Toronto. Seguir seu site me leva de volta a quando fazíamos linguiça, sobremesas de Natal e macarrão com minha mãe. Perdi minha mãe há 5 anos e sinto muita falta de fazer essas coisas com ela. Eu ainda tento manter as tradições vivas porque minha mãe passou muitas receitas maravilhosas para mim e, mais importante, seu amor por comida e alimentar as pessoas que amamos. Obrigado mais uma vez por este lindo site. Deus abençoe você e sua família maravilhosa.

Essas são palavras bonitas & # 8211 muito obrigado! Mantenha as tradições em andamento, mesmo considerando o quão difícil pode parecer.

Deixe um comentário Cancelar

Você precisa estar logado para postar um comentário.

Este site usa Akismet para reduzir o spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


Refeições em Motor City: os melhores restaurantes de Detroit

Descubra onde jantar em Detroit, desde clássicos testados e comprovados até novos e criativos Motor City imperdíveis.

Foto por: Marvin Shaouni Photography

Foto por: Aly Darin & copyAly Darin Photography, LLC.

Foto por: Tall James Photography

Foto por: Tom Carleton, Joe Hakim e Sarah Welch

Pizza: Buddy’s Pizza

Nova York e Chicago recebem muita atenção por suas pizzas, mas o giro de Detroit na torta não deve ser esquecido. A pizza quadrada de estilo siciliano - que está prestes a comemorar seu 70º aniversário - foi apresentada na Buddy's, uma taberna de bairro em Six Mile e Conant, no coração da cidade. Para criar o estilo, a massa de prato fundo é esticada duas vezes diariamente, resultando em um quadrado espesso, mas arejado, e é coberta com queijo de tijolo de Wisconsin, com molho (e pepperoni ou pimentão opcional) enfiado por baixo do queijo para manter o sabor sem a carbonização.

Vegetariano: Detroit Vegan Soul

A comida soul vegana às vezes pode soar como um oxímoro, mas é completamente verossímil e absolutamente deliciosa no Detroit Vegan Soul. Os pratos ainda parecem indulgentes, incluindo o Soul Platter com macarrão e queijo, couve defumada com shiitakes, inhame com cobertura de bordo, hoppin & rsquo johns e broa de milho, mas todos são à base de plantas e sem leite e sem lactose. Bacon de coco defumado, tofu empanado com fubá e bife de seitan apimentado tomam o lugar das proteínas típicas, mas ainda com um toque do toque sulista.

Bife: Prime e Adequado

Embora muitos dos novos restaurantes de Detroit tenham adotado conceitos mais casuais, o Prime and Proper exala um luxo carnudo. A sala de jantar é uma maravilha, com uma escadaria de mármore restaurada do edifício original, acessórios de latão e banquetas de veludo de veludo. Os bifes são envelhecidos a seco e abatidos em casa, com a moderna sala de envelhecimento visível para a sala de jantar através das janelas de vidro de corpo inteiro. Bifes, que incluem cortes A-5 wagyu, podem ser servidos com foie gras queimado com geléia de morango, pistache, sal marinho e manjericão tailandês, e são melhores com um acompanhamento de milho doce torrado bruleed.

Prato icônico: The Coney Dog

Experimentar um Coney Dog pela primeira vez é como um rito de passagem em Detroit, com os dois melhores fornecedores posicionados lado a lado em uma competição amigável. A famosa rivalidade entre esses locais simples, American Coney Island e Lafayette, remonta ao início de 1900 e continua forte até hoje. O pedido pode ser o mesmo & mdash Coney dog ​​coberto com chili, regado com mostarda e polvilhado com cebola & mdash, mas as nuances estão nos ingredientes, especialmente no chili. Então vá em frente e experimente os dois locais (e jogue algumas batatas fritas com chili), mas esteja preparado para ser fiel depois de limpar o chili de seus lábios.

Grego: Pegasus Taverna

Uma viagem a Detroit deve incluir uma parada na famosa Greektown da cidade, um bairro com o nome de muitos imigrantes gregos que fizeram de Detroit sua casa no século 20, e cheio dos sabores que trouxeram com eles. O som de “Opa!” anéis através das paredes desta taverna como aperitivos flamejantes saganaki (queijo) e loukaneko (salsicha) abrem seu caminho ao lado da mesa. As entradas incluem bandejas de costeletas de cordeiro com arroz e batatas e especialidades gregas como pastitsio, spanakotiropeta e moussaka. Com a equipe preparando seus pratos até altas horas da madrugada, Pegasus é uma parada ideal tarde da noite.

Torta: Irmã Torta

It & rsquos não apenas a torta de cranberry crumble super tart que atrai as pessoas a esta padaria da esquina cheia de luz natural e tchotchkes coloridos, it & rsquos também sua dedicação aos seus funcionários e à comunidade como um negócio de triplo resultado. Quando a proprietária Lisa Ludwinski voltou ao seu estado natal depois de passar algum tempo na cidade de Nova York, ela sabia que queria ser tecida na comunidade de Detroit. Os clientes podem & ldquopiar & rdquo com sua fatia favorita ou manter a indulgência para si próprios com manteiga de amendoim e biscoitos de páprica, biscoitos de estragão de pimenta preta ou uma fatia de torta de beterraba magenta brilhante.

Jantar e uma bebida: Gray Ghost

A comida e os coquetéis neste local em Midtown tomam a liberdade criativa com favoritos clássicos. Comece com o mixologista Will Lee e rsquos experimente um gin martini, apelidado de Intenção Heroica, adicionando Dolin seco com infusão de alcaparras, óleo de gergelim e pimenta preta para adicionar um pouco de pop ao coquetel clássico. As ostras são servidas ao estilo de Chicago e mdash com os acessórios de um cachorro-quente clássico de Chicago e ndash para homenagear os chefs John Vermiglio e Joe Giacomino & rsquos. Abra caminho através do menu divertido cavando em um mergulho de peixe branco defumado coberto com todos os temperos e siga com os pierogis de batata cozida carregada escorrendo com gouda envelhecido, coberto com cebolinha e creme de leite.

Informe: Flores do Vietnã

O que pode parecer uma Coney Island degradada é, na verdade, o lar da comida vietnamita mais lindamente preparada que Motor City tem a oferecer. O chef George Azar refinou suas costelas culinárias em lugares como Alinea em Chicago e Noma em Copenhagen antes de retornar para sua cidade natal, Detroit. Ele sentia falta de toda a excelente comida vietnamita de que gostava enquanto vivia em outro lugar, então decidiu dar seu próprio toque à culinária em jantares semanais. A notícia se espalhou e ele fez de Flowers um restaurante em tempo integral, expandindo Coney Island para o espaço a partir do prédio ao lado. As pessoas vão para o Flowers por asinhas de frango com caramelo amanteigado e ficam para pratos como Bo Kho, um guisado vietnamita de carne assada picante que Azar serve com um banh mi.

Taste of Michigan: Mabel Gray

James Rigato & rsquos, o pequeno restaurante Hazel Park, atraiu muita atenção local e nacional. A melhor maneira de experimentar o local intimista é por meio de seu menu de degustação, deixando Rigato cozinhar à vontade (você não verá um menu para este), transformando ingredientes locais de Michigan em histórias apaixonantes e saborosas sobre o povo do estado. Você pode obter empanadas recheadas com pimenta vermelha e veado Michigan refogado na cerveja, batata doce, pecorino e cebolinha ou polvo a la plancha com manga, abacate, nozes de macadâmia e gengibre em conserva. O menu regular escrito à mão varia diariamente, permitindo que Rigato crie um menu em torno de sua fartura de ingredientes.

Jantar com amigos: Selden Standard

O chef Andy Hollyday fez seu nome no Michael Symon’s Roast antes de se aventurar para abrir este restaurante de bairro de Midtown sempre lotado e aclamado pela crítica. O foco aqui são os pratos pequenos, que incluem opções para vegetarianos, como um carpaccio de vegetais lindamente folheado, e para onívoros, como pombinhos grelhados com cerejas com conhaque, cebolas grelhadas e farro. Quase tudo é feito internamente, incluindo chittara com tinta de lula, e fornecedores locais estão listados no site. O espaço moderno e minimalista é ideal para se reunir com um grupo de amigos durante o jantar ou a sólida seleção de brunch.

Noodles: Ima

Sente-se com os amigos ou divirta-se entre os futuros amigos em uma mesa comunitária nesta loja de macarrão. O minimalista d & eacutecor mantém o foco em caldos que são matizados por camadas de sabores, incluindo ótimas opções para lanchonetes sem carne. Beba o udon da Floresta Vegetariana com um rico caldo de porcini-dashi carregado com tofu de gergelim, cogumelos trompete defumados e bastante macarrão de udon.

Mercado do Fazendeiro: Mercado Oriental

O Eastern Market não é apenas um mercado, é parte da história de Detroit. Por mais de 100 anos, os residentes têm visitado o mercado em busca de produtos locais exuberantes, flores perfumadas e artefatos artesanais. Com o aumento dos restaurantes dirigidos por chefs, o interesse no Eastern Market renovou-se, especialmente o mercado de sábado, onde você encontra um mercado de agricultores com galpões repletos de produtos, mas também pickles feitos em Detroit, crepes franceses frescos e sopes mexicanos feitos à mão. .

Tailandês: Takoi

Depois que o amado e aclamado restaurante de inspiração tailandesa Katoi queimou em um incêndio, ele renasceu como Takoi, ainda servindo algumas das melhores cozinhas tailandesas da cidade. O chef Brad Greenhill viaja com frequência para a Tailândia para inspirar pratos como entrecosto crocante com caramelo de molho de peixe, mamão e maçã em conserva ou curry do sul da Tailândia feito com coxa de frango frito e chalotas, com roti. Os coquetéis também utilizam ingredientes tailandeses, como o baseado em gin Backed by Science com brócolis chinês, choy sum, folha de limão, xarope de hortelã e pimenta verde.

Sorvete: Trate os sonhos

Esta sorveteria é tudo menos baunilha, com sabores como Tennessee Breakfast (flocos de milho e bourbon) e Salada Michigan (sorvete de queijo azul com nozes cristalizadas e cerejas embebidas em conhaque) sacudindo as opções normais. O fundador Scott Moloney era um banqueiro antes de recorrer a pequenos lotes caseiros, geralmente com um toque sazonal. Agora ele faz mais de 1.000 seleções semanais e sempre incluem opções veganas e sem laticínios.

Menu de Degustação: Sala de Aparelhos

O chef Thomas Lents trouxe sua culinária de Chicago com estrela Michelin para seu estado natal, Michigan, elaborando pratos artísticos no hotel Detroit Foundation. Os convidados são especialmente atraídos para os fins de semana e eventos especiais apenas Chef & rsquos Table, onde Lents prepara um menu de degustação de oito a 12 pratos para 12 convidados com pratos como lingueirão com alho-poró carbonizado e aspargos brancos ou veado de veado com zimbro e tinto repolho.

Frutos do mar: Voyager

Nos arredores da cidade de Detroit, no bairro badalado de Ferndale, fica um local despretensioso e discreto, com foco em frutos do mar. Mergulhe nas ostras e, geralmente, há algumas dúzias de variedades de leste a oeste e até mesmo algumas do sul no menu. No happy hour, eles custam apenas US $ 2 a unidade. Pratos preparados, todos feitos de frutos do mar sustentáveis, variam, incluindo peel n & rsquo eat camarão Old Bay, uma pescada frita inspirada no tikka e um espaguete de caranguejo picante feito com grãos de pimenta Sichuan.

Cocktail Bar: The Sugar House

Se você não tem certeza por onde começar neste bar de coquetéis de tijolos à vista Corktown, opte por algo com a impressionante seleção de uísque. O vasto cardápio de bebidas equilibra clássicos como Manhattan com opções sazonais que poderiam agradar, digamos, Bill Murray, com o Big “Ern” McCracken (de Kingpin) feito com bourbon, grapefruit, mel de hibisco, licor maraschino e rosa agua. Os punches - melhores para um grupo - são particularmente criativos (incluindo o Motel Key, feito com rum, bourbon, licor de sabugueiro, lima, cerveja de gengibre e bitters), mostrando que este local encontra o equilíbrio certo entre potência e humor.

Ponto de encontro: cozinha e bar chartreuse

Com o nome do licor verde que leva o mesmo nome, este restaurante pitoresco perto do Instituto de Arte de Detroit homenageia todas as coisas verdes com as instalações de jardim de dois metros e a abundância de ingredientes locais frescos que embelezam o menu, de um ambiente claro, torrada de ricota de ervilha para a calmante sopa de abóbora do inverno. O chef Doug Hewitt aproveita ao máximo os produtos provenientes das hortas urbanas locais e dos esforços do Recovery Park, que também é o nome de um prato giratório de vegetais de suas fazendas. Combine a refeição com os vinhos e coquetéis bem selecionados para a noite de encontro ideal.

Hospitalidade irlandesa: senhora da casa

A chef Kate Williams quer que você saiba que ela tem tudo a ver com hospitalidade, desde o chá e o cracker de inspiração galesa que você ganha como entrada, até a aconchegante lareira à luz de velas. O menu sazonal destaca o Williams & rsquo no tártaro, dependendo de quando você for, pode ser um tártaro de cordeiro inspirado em Coney ou um tártaro de vieira com vinagrete de nozes e bordo. Torradas saborosas, pratos criativos de vegetais e pratos principais reforçados completam o menu. Economize espaço para a sobremesa: os donuts & mdash de batata feitos de purê de batata & mdash são cobertos com um lindo tomilho açucarado, tornando-o a combinação perfeita de doces e salgados.

Hambúrguer: Red Coat Tavern

Às vezes, os melhores hambúrgueres vêm em um ambiente simples, como o Red Coat Tavern. Em quartos apertados e mal iluminados, você encontrará um hambúrguer estelar feito com meio quilo da mistura de carne patenteada da Tavern. Ele vem coberto com alface ralada, tomate suculento e um molho especial, mas os clientes adicionam sua escolha de opções adicionais, incluindo cebola queimada, pico de gallo, queijo de pimenta fantasma e aioli com trufas. Rodelas de cebola ou batatas fritas em fatias finas são o acompanhamento perfeito.

Frango e waffles: sensações de batata doce

Sweet potatoes have been the name of the game here ever since co-owner Cassandra Thomas dreamed up sweet potato cookies for her husband, Jeffrey, in the early 1990s. These days, the quaint bakery offers much more than cookie, serving pies, pancakes, cornbread and cheesecake all utilizing sweet potatoes. A major draw is their take on chicken and waffles, using sweet potato waffles. You can top it with the traditional fried chicken, a fried turkey chop or even salmon croquettes.

Breakfast: Parks & Rec Diner

Once a meeting place for Civil War veterans and headquarters for the city&rsquos Parks and Recreation Department (thus the name), this historic space is now a 28-seat diner serving breakfast favorites, old and new, such as ricotta pancakes with lemon curd and cranberry preserves, and a high-end hash with 20 different mix-ins, including various vegetables and house-cured lamb bacon. Open only until early afternoon, Parks & Rec maintains the quirkiness of a diner with ceramic mugs, mismatched patterned tables and funky green slatted chairs. If you are feeling hungry, get the huge grilled cinnamon roll, dubbed the Cinnafetti Roll, made with sprinkle-filled house cake batter and topped with a hearty slather of buttercream frosting and cascade of sprinkles.

Cheap Eats: Bucharest Grill

Talented home cook Bogdan Tarasov was working construction when he happened to meet someone who was looking to serve delicious food at a forthcoming bar. He promised the best Romanian food the city has ever seen and the rest is history. More than a decade later, he&rsquos slinging out dishes at four locations of his own restaurant concept, Bucharest Grill. They&rsquore best-known for their foil-wrapped shawarmas like the namesake Bucharest version, stuffed with grilled chicken marinated for hours, pungent garlic spread, cabbage, pickles and crisp fries, all wrapped in pita. Many of the recipes come from his native Romania and most menu items run less than $10, making this the perfect place for cheap, but hearty eats.


A taste of five restaurants in northwest Detroit’s small but mighty Jamaican community

Though Detroit doesn't hold the sizable population of Jamaican transplants that you'll find in New York City or Toronto, the northwest part of town is where to go to taste intensely piquant dishes redolent of allspice and garlic thyme and scallion scotch bonnet and ginger and all the other components of the tropical nation's flavor profile.

That's where restaurants like Jamaica Jamaica and Rono's started trading in jerk chicken 35 to 40 years ago. Caribbean Citchen, a fast-turnaround space, is in its 17th year. Others came and went over the decades, while Mama Rose at Jamaican Pot started building up a reputation for healthy, fresh Jamaican fare in 2014. On Livernois, Mama Nezaa Bandele is planning to turn her vegan Jamaican-inspired food company Paradise Natural Foods into a brick and mortar restaurant, and several grocery stores selling Jamaican and Caribbean foods are scattered throughout northwest Detroit.

While the restaurants do strong business, it can be difficult to get a clear sense of the Jamaican community here. Some of the restaurateurs tell me their families arrived 40 years ago in search of auto plant jobs. Others joined family members already in the city, and some landed in Detroit by accident. Many of the subsequent generations remain, and it's a proud if relatively small part of Detroit.

Owners say the restaurants' customer base is largely composed African-American and Jamaican folks living in the nearby neighborhoods, though people from other groups sometimes stop in. So why isn't the Jamaican food community yet a region-wide treasure and attraction? That's a result of several things, but Bandele theorizes it's partly because Detroit lacks a true sense of multiculturalism, and Jamaican culture isn't a part of the city's fabric quite in the same way that it is in other cities. "The culture of Detroit is 'Detroit,'" she says, stressing that that isn't a negative thing. She was born in Jamaica and raised in Toronto, a truly multicultural city, and says exposure to other cultures' cuisines as she grew up informs her recipes and worldview.

Likewise, Detroit impacts our city's Jamaican dishes. Bandele and other restaurateurs say a lot of the Jamaican food we eat here is what you'll find in Kingston and Portmore, but the tastes and flavors of the city's African-American population worked into some of the dishes to produce what Bandele calls "Jamerican" food. BBQ jerk chicken — a marriage of jerk and barbecue — is one such example.

Each restaurateur we spoke with says their most popular dishes are the jerk chicken and Jamaican oxtail, while the curry chicken is also a regular go-to. They're a safe place to start, but it's tough to find bad plate of Jamaican food in Detroit. Here's what we tasted:

Owner Elaine Dammar set up in 1994 near Wyoming Avenue and McNichols Road, largely trading in carryout with quick turnaround at her small shop, though the dining room holds a few tables. Of all Detroit's Jamaican restaurants, Caribbean Citchen is most liberal with the fiery scotch bonnet pepper, resulting in the spiciest versions of jerk chicken and oxtail. The oxtail stands out, though be sure to get an extra cup of gravy. Dammar serves large portions of both atop of a heaping serving of semi-sweet red beans and rice with a side of plantains and steamed cabbage. Cakes are big in Jamaica, and Dammar offers several slices along with a line of Jamaican pops and juices. 10500 W. McNichols Rd., Detroit

Jamaica Jamaica Restaurant and Bakery

The jerk chicken and oxtail pack an incredible amount of flavor — you won't go wrong there. But owner Richard Lawrence's menu's standout is the aromatic curry chicken. Hunks of falling-off-the-bone bird arrive under a thick blanket of curry sauce with onions, carrots, tomatoes, and just the right level of heat. That's accompanied by heavily seasoned beans and rice and a nugget of fried, sweet festival bread. Everything is around $10, so be sure to save money to explore Lawrence's impressive cake department for a dessert. His father opened the location 40 years ago, making it the oldest of Detroit's Jamaican restaurants. 17550 W. Seven Mile Rd., Detroit

Rono's Caribbean Family Dining

Rono's first opened in Detroit 35 years ago and moved to its current location on McNichols Road near Schafer Highway in 2007. For the moment, it's carryout-only as the Rono family undertakes a renovation of the dining room.

If you're going, you'll want to get the Jamaican oxtail. The tender meat and semi-gelatinous fat stewed in a brown gravy slides right off the bone and is among the city's best oxtail dishes. Rono's does their take on jerk chicken with half of a smoky bird chopped up, and both come with the requisite red beans and rice, and cabbage, which have a bite here. For dessert, get the coconut drop — essentially coconut brittle — and Rono's bottles its own pink lemonade. 14001 W. McNichols Rd., Detroit

Mama Rose at Jamaican Pot launched her small carryout spot on Eight Mile just east of Greenfield Road several years ago, using all fresh ingredients and preparing what could be some of the city's healthiest Jamaican fare. Her jerk chicken is chopped up into small, off-the-bone pieces, and arrives on a mound of beans and rice. Notably, the Jamaican Pot's steamed cabbage somehow remains crunchy and is complex for such a simple side. Also among her top dishes are the curry goat and the fricassee chicken with veggies in a brown gravy of garlic, onion, scallion, and thyme.


Assista o vídeo: DETROIT Y CANADA - Frontera